MotoGP
13/08/2017 07:57

Morbidelli suporta pressão de Márquez e Lüthi na Áustria e volta a abrir vantagem na Moto2 com 7ª vitória em 2017

Depois do revés de Brno, Franco Morbidelli recolocou o campeonato nos trilhos ao resistir a pressão de Álex Márquez e Tom Lüthi ao longo de quase todas as 25 voltas da corrida para conquistar sua sétima vitória da temporada
Warm Up
JULIANA TESSER, de São Paulo

Franco Morbidelli recolocou o campeonato nos trilhos com uma suada vitória no GP da Áustria. O piloto da Marc VDS precisou resistir à pressão de Álex Márquez e Tom Lüthi por quase rodas as 25 voltas da corrida deste domingo (13), mas conseguiu escapar no fim para alcançar o sétimo triunfo do ano na Moto2.
 
Largando em segundo, o #21 não demorou a assumir a ponta, mas não conseguiu se livrar da pressão dos rivais. Enquanto Márquez parecia mais cauteloso na disputa caseira da Marc VDS, Lüthi cometeu muitos erros, mas seguiu insistente na briga.

A classificação do Mundial de Motovelocidade após o GP da Áustria
Franco Morbidelli venceu pela sétima vez no ano (Foto: Marc VDS)
O respiro decisivo veio apenas com três voltas para o fim, quando Franco conseguiu abrir vantagem e escapou de vez para receber a bandeirada com 1s312 de diferença para Márquez. Lüthi, por sua vez, ficou a 1s2 do irmão de Marc.

Francesco Bagania conseguiu superar Mattia Pasini e ficou com o quarto posto, com Takaaki Nakagami fechando na sexta colocação. Brad Binder ficou como sétimo posto, à frente de Jorge Navarro, Dominique Aegerter e Hafizh Syahrin.
 
Forte ao longo de todo o fim de semana, Miguel Oliveira vinha em uma boa prova, brigando entre os ponteiros, mas, com três voltas para fim, sofreu um forte high-side na curva oito. 

Com a vitória deste domingo, Morbidelli chegou aos 207 pontos e levou para 26 a vantagem em relação a Lüthi na classificação. Márquez tem o terceiro posto, 54 pontos atrás do companheiro de Marc VDS. Oliveira e Bagnaia completam o top-5 da classificação.
 
Saiba como foi o GP da Áustria de Moto2:
 

Mantendo a linha de todo o fim de semana, o domingo amanheceu parcialmente nublado na Áustria, o que resultou em poucas mudanças nas condições climáticas. Na hora em que os pilotos da Moto2 alinharam no grid, a temperatura era de 21°C, com o asfalto alcançando os 32°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.
 
Pela segunda corrida seguida, Mattia Pasini tinha a pole, repetindo um feito alcançando pela última vez pelo italiano em 2007, ainda nas 125cc. 0s001 mais lento que o #54, Franco Morbidelli vinha em segundo, repetindo uma margem registrada pela última vez em 2015, em Le Mans. Álex Márquez completava a primeira fila.
 
Principal rival de Morbidelli na luta pelo título, Tom Lüthi tinha o quinto posto.

Neste fim de semana, a Dunlop disponibilizou para o circuito de Spielberg o pneu dianteiro médio ‘2’ e os traseiros macio ‘1’ e médio ‘3’. A maioria dos pilotos optou pelo traseiro médio, com apenas Quartararo, Viñales, Binder, Edgar Pons, Manzi e Raffin escolhendo o macio.
 
Na hora da largada, Morbidelli saiu bem e assumiu a ponta, com Pasini caindo para segundo, à frente de Bagnaia e Lüthi. Ainda nos primeiros metros, Pecco subiu para segundo, mas depois foi superado por Tom, que se instalou na segunda colocação.
 
Ainda nos primeiros metros, Vierge tocou Quartararo, que caiu e iniciou um incidente que envolveu também Iker Lecuona, Xavier Siméon, Tetsuta Nagashima, Luca Marini, Sandro Cortese, Stefano Manzi e Lorenzo Baldassarri. Nenhum dos pilotos, porém, se feriu com seriedade.
 
Depois de uma ótima largada, Morbidelli imprimiu um ritmo forte na primeira volta, de cara abrindo 0s358 de margem para Lüthi. Pasini era terceiro, à frente de Márquez e Bagnaia.
 
Aos poucos, Lüthi colou em Morbidelli para uma primeira tentativa de ultrapassagem, mas escapou da trajetória e foi ultrapassado pela dupla da Marc VDS na curva três. Álex, então, assumiu o comando, mas perdeu para Franco na curva seis. Pasini era o terceiro, com Lüthi caindo para o quarto posto. Bagnaia vinha em quinto, na frente de Oliveira, que tinha um duelo com Binder.
 
De volta à ponta, Morbidelli não conseguiu se afastar de Márquez, que seguia buscando uma brecha. Pasini também estava por perto, já pressionado por Lüthi, que conseguiu passar em meados da sexta volta.
Múltiplas quedas marcaram a corrida da Moto2 na Áustria (Foto: Reprodução)
No sexto giro, Lüthi estabeleceu em 1min30s074 a melhor volta da corrida até então, tentando se aproximar mais de Márquez, que chegou a se aproximar bem de Morbidelli, mas deixou o #21 escapar ligeiramente pouco depois. O suíço até chegou a passar Alex, mas acabou errando a freada de novo e seguiu em terceiro.
 
Na abertura da oitava volta, os três ponteiros vinham bem coladinhos, mas Morbidelli seguia na ponta, às vezes mais longe, às vezes mais perto de Márquez. Mais atrás, Oliveira ia apertando o passo pata chegar em Bagnaia.
 

A nona volta viu Morbidelli aumentar bem o ritmo. O italiano registrou em 1min29s966 a melhor volta da corrida, sendo o único a rodar abaixo de 1min30s. Assim, o #21 de afastou quase 0s5 do companheiro de Marc VDS. Lüthi, então, aumentou a pressão em Márquez, mas o #73 se defendia bem, aproveitando os erros de freada do suíço.
 
Com outro giro em 1min29s, Morbidelli passou de 0s5 de margem para Márquez, que tinha levado outra ultrapassada de Lüthi, mas se mantinha na frente na conta de erros de freada do #12. 
 
Enquanto isso, Oliveira não só chegou em Bagnaia como passou o italiano, se instalando no quinto posto, 1s045 atrás de Pasini, que também já vinha mais de 1s atrás de Lüthi.
 
Na 11ª volta, Morbidelli diminuiu bem o ritmo, facilitando o trabalho de Márquez e Lüthi para voltar à briga pela ponta. Depois de um ligeiro respiro, Tom voltou a pressionar Álex, mas o #73 permanecia bem firme na disputa.
 
Com 14 voltas para o fim, Isaac Viñales viu seu bom fim de semana cair por terra com uma queda na Rauch, a curva quatro do Red Bull Ring.
 
Enquanto isso, a vantagem de Morbidelli voltou a baixar de 0s2 em relação a Márquez, mas o irmão de Marc não conseguiu caminho para passar o líder do Mundial.
 
Na abertura da 14ª volta, Lüthi colou mais uma vez em Márquez, mas não conseguiu tomar o segundo posto do espanhol. O #12 insistiu mais um pouco até conseguir uma manobra por dentro na curva três. Os dois acabaram se tocando, com Álex passando a frente pouco depois. 
 
A disputa que acontecia atrás não permitiu uma boa escapada de Morbidelli, que seguia ao alcance de Márquez e Lüthi. Mais atrás, Oliveira chegou e passou Pasini, subindo para terceiro, 1s6 atrás de Lüthi. Restavam 11 voltas para a bandeirada.

Depois de se afastar ligeiramente, Lüthi se recompôs e voltou a pressionar Márquez, mas seguia cometendo seus erros de freada, o que facilitava a vida de Álex. O #73, aliás, não deixava a vantagem de Morbidelli subir para algo mais confortável para o italiano.
Tom Lüthi viu Morbidelli ampliar a vantagem na classificação do Mundial (Foto: Technomag)
Mais atrás, Oliveira tomou para si o registro de melhor volta ― 1min29s938 ―, reduzindo a diferença em relação a Lüthi. O português ia fazendo mais uma boa exibição, agora na casa da KTM.
 

Com oito giros para o fim, a diferença entre Morbidelli e Márquez caiu para menos de 0s1, com Álex lançando um ataque limpo para cima do companheiro de Marc VDS. Franco deu o troco pouco depois, com Tom aproveitando para deixar o espanhol para trás. Oliveira, por sua vez, estava cada vez mais próximo.
 
Na 19ª volta, Lüthi conseguiu passar Morbidelli, mas repetiu o erro na saída da três, facilitando a recuperação do italiano. Franco, então, chegou a abrir 0s5 de diferença, enquanto Márquez se aproximou mais de Tom. Oliveira já fazia parte do pelotão e tinha baixado a marca de melhor volta para 1min29s872.
 
Com seis giros para o fim, Oliveira lançou o primeiro ataque para cima de Márquez, que seguiu em terceiro, coladinho com Lüthi.
 
Na volta seguinte, Márquez passou por dentro na curva três e assumiu o segundo posto, deixando o suíço para brigar com Oliveira. Morbidelli subiu o ritmo e já tinha mais de 0s7 de margem na ponta.
 
Perseguindo Lüthi, Miguel acabou sofrendo um forte high-side na curva oito e precisou de alguns instantes para se recompor do susto.
 
Com três giros para o fim, Morbidelli tinha 0s556 de margem para Márquez, que tinha outros 0s2 de margem para Lüthi. A dupla da Marc VDS tinha trocado voltas rápidas entre si, como espanhol ligeiramente mais rápido.
 
Na sequência, Lüthi viu suas chances de vitória terminarem, perdendo mais de 1s em relação a Márquez. Álex, aliás, também ficou pelo caminho, deixando o #21 abrir uma boa diferença.
 


Moto2, GP da Áustria, Red Bull Ring, Classificação:

1 21 FRANCO MORBIDELLI ITA MARC VDS Kalex 37:39.370
2 73 ÁLEX MÁRQUEZ ESP MARC VDS Kalex +1.312
3 12 THOMAS LÜTHI SUI INTERWETTEN Kalex +2.544
4 42 FRANCESCO BAGNAIA ITA VR46 Kalex +3.070
5 54 MATTIA PASINI ITA ITALTRANS Kalex +3.745
6 30 TAKAAKI NAKAGAMI JAP TEAM TADY Kalex +8.827
7 41 BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO +9.018
8 9 JORGE NAVARRO ING GRESINI Kalex +13.692
9 77 DOMINIQUE AEGERTER SUI KIEFER Suter +14.955
10 55 HAFIZH SYAHRIN MAS RACELINE Kalex +18.997
11 24 SIMONE CORSI ITA SPEED UP +21.887
12 45 TETSUTA NAGASHIMA ITA SAG Kalex +22.028
13 49 AXEL PONS ESP RW Kalex +23.008
14 57 EDGAR PONS ESP PONS Kalex +23.290
15 87 REMY GARDNER AUS TECH3 Mistral 610 +25.128
16 37 AUGUSTO FERNÁNDEZ ESP SPEED UP +33.460
17 89 KHAIRUL IDHAM PAWI ESP TEAM TADY Kalex +33.931
18 2 JESKO RAFFIN SUI INTERWETTEN Kalex +40.110
19 20 JOE ROBERTS EUA ARGIÑANO & GINÉS Kalex +43.888
20 6 TARRAN MACKENZIE ING KIEFER Suter +46.097
21 27 IKER LECUONA ESP INTERWETTEN Kalex + 2 voltas
22 44 MIGUEL OLIVEIRA POR RED BULL KTM AJO NC
23 62 STEFANO MANZI ITA VR46 Kalex NC
24 5 ANDREA LOCATELLI ITA ITALTRANS Kalex NC
25 32 ISAAC VIÑALES ESP SAG Kalex NC
26 97 XAVI VIERGE ESP TECH3 Mistral 610 NC
27 19 XAVIER SIMÉON BEL TASCA Kalex NC
28 40 FABIO QUARTARARO FRA PONS Kalex NC
29 11 SANDRO CORTESE ALE INTACT Suter NC
30 7 LORENZO BALDASSARRI ITA FORWARD Kalex NC
30 52 DANNY KENT ING INTACT Suter NC
31 10 LUCA MARINI ITA FORWARD Kalex NC

SE A RENAULT NÃO COLOCAR KUBICA DE VOLTA NA F1, ALGUÉM VAI COLOCAR


Últimas Notícias
sexta-feira, 20 de outubro de 2017
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
quinta-feira, 19 de outubro de 2017
MotoGP
MotoGP
F1
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Galerias de Imagens
Facebook