MotoGP
11/03/2017 19:27

Segundo, Rossi agradece apoio da Yamaha e admite pré-temporada difícil: “Sofri bastante durante estes testes”

Depois de dois testes difíceis, Valentino Rossi conseguiu voltar ao topo da tabela de tempos e agradeceu o apoio da Yamaha. Italiano reconheceu que sofreu nos testes coletivos, mas se mostrou animado com a evolução deste sábado (11)
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Valentino Rossi não teve uma pré-temporada 2017 das mais fáceis, mas conseguiu se reencontrar com o topo da tabela neste sábado (11). No penúltimo dia de testes coletivos, o italiano completou 37 voltas, a melhor delas em 1min54s732, e ficou a 0s277 de Maverick Viñales, o líder dos trabalhos.
 
Apesar da boa evolução na tabela, Rossi não passou ileso pelo sábado, já que sofreu uma queda e acabou se lesionado.
 
“Nós fizemos algumas grandes modificações e, na segunda saída, na curva sete, eu perdi a frente”, disse Rossi. “Infelizmente, estou com um pouco de dor, alguns buracos no meu dedo, mas estou ok”, seguiu.
Valentino Rossi admitiu que teve uma pré-temporada difícil (Foto: Yamaha)
Ainda, o #46 comentou a evolução na performance da YZR-M1 e admitiu que sofreu bastante nesta pré-temporada, já que não conseguia encontrar uma boa sensação com a dianteira da moto.
 

“Nós melhoramos bastante o ritmo e os tempos de volta. E também melhoramos o feeling com a moto”, apontou. “Sofri bastante durante estes testes de inverno e nunca fui realmente forte, então o tempo de volta de hoje é importante”, reconheceu. “Amanhã vamos tentar continuar com o ritmo assim para entender o nosso nível”, anunciou.
 
“Desde a primeira vez com a nova moto, eu não tinha feeling o bastante com a frente, especialmente para entrar rápido nas curvas”, explicou. “Nós modificamos muitas coisas”, sublinhou. 
 
Por fim, Rossi agradeceu o apoio da casa de Iwata em meio as dificuldades, especialmente após o teste da Austrália.
 
“Tenho de dizer obrigado à Yamaha, eles me deram muito apoio, especialmente após o teste de Phillip Island, que foi muito ruim”, declarou. “Agora nós chegamos na frentes, então está ok. Apenas temos de modificar a moto, o acerto e tudo mais”, concluiu.

PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA


Últimas Notícias
quinta-feira, 25 de maio de 2017
Indy
MotoGP
Indy
Outras
MotoGP
F1
Indy
Indy
F1
MotoGP
Indy
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook