MotoGP
08/01/2017 10:44

Triumph sucede Honda como fornecedora de motores da Moto2 a partir da temporada 2019, diz site

De acordo com o site inglês ‘Bikesportnews.com’ e a publicação austríaca ‘Speedweek’, a Triumph vai suceder a Honda como fornecedora única dos motores da Moto2 a partir da temporada 2019
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
A Moto2 já tem seu futuro garante. De acordo com o site inglês ‘Bikesportnews.com’ e a publicação austríaca ‘Speedweek’, a Triumph chegou a um acordo com a Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, para suceder a Honda como forncedora única dos motores da categoria a partir de 2019.
 
A Triumph é uma fábrica britânica que nasceu em Coventry, em 1902. É uma das mais tradicionais marcas no mundo das duas rodas e comercializa cerca de 36 mil unidades por ano.
Moto2 vai contar com novo fornecedor de motores a partir de 2019 (Foto: Marc VDS)
No início de 2016, a marca da asa dourada estendeu o acordo para fornecer os motores da CBR600RR até o fim de 2018, mas o fim da produção da motocicleta já deixava clara a necessidade da busca por um substituto. A 600cc da Honda não é mais vendida no mercado europeu há alguns anos.
 

Tendo como principal atrativo para as equipes o custo reduzido, deixar de contar com um único fornecedor de motor não era um caminho para a Moto2. Assim, a classe intermediária passou a ter Kawasaki — com a ZX-6R —, MV Agusta e Triumph como opções.
 
Segundo as publicações europeias, o acordo entre Dorna e Triumph já foi assinado e o novo motor deve ficar pronto para ser testado durante a temporada 2018.
 
De acordo com a Speedweek, o motor será um 750cc tricilíndrico baseado no propulsor da Daytona 675R. 

Últimas Notícias
domingo, 8 de janeiro de 2017
Rali
MotoGP
F1
Rali
F-E
F1
Rali
sábado, 7 de janeiro de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
F-E
Rali
Galerias de Imagens
Facebook