MotoGP
21/04/2017 12:42

Viñales bate Márquez e dita ritmo no primeiro treino da MotoGP em Austin. Melhor Ducati, Dovizioso é 3º

Maverick Viñales voltou a mostrar força a bordo da YZR-M1 e bateu Marc Márquez para assegurar a liderança da primeira sessão de treinos livres para o GP as Américas. Andrea Dovizioso colocou a Ducati no terceiro posto.
Warm Up
JULIANA TESSER, de São Paulo
 
Marc Márquez vai ter trabalho se quiser manter sua invencibilidade em Austin. Na manhã desta sexta-feira (21), Maverick Viñales se impôs e assegurou a liderança do primeiro treino livre da MotoGP. E com sobras.
 
Com seu melhor giro em 2min04s923, o #25 fechou o primeiro treino no Circuito das Américas com 0s577 de margem para Márquez, que venceu todas as corridas disputadas no traçado texano.
Maverick Viñales foi o mais rápido em Austin (Foto: Yamaha)
Andrea Dovizioso melhorou na parte final da sessão e colocou a Ducati no terceiro posto, 0s681 mais lento que o líder.
 
Destaque deste início de temporada, Johann Zarco voltou a fazer bonito e, com 2min05s790, ficou com o quarto posto, à frente de Álvaro Bautista, que acertou uma boa volta final.

Jorge Lorenzo também conseguiu avançar nos minutos finais da sessão e ficou com o sexto posto, à frente de Dani Pedrosa. 1s369 mais lento que o companheiro de Yamaha, Valentino Rossi fez o oitavo melhor registro.
 
Na volta final, Aleix Espargaró anotou 2min06s411 e subiu para a nona colocação, seguido por Danilo Petrucci, que completa o rol dos dez melhores.
 
Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP em Austin:
 

Com o céu parcialmente nublado, os pilotos da MotoGP entraram na pista na manhã desta sexta-feira com a temperatura na casa dos 24°C e o asfalto chegando a 27°C. A velocidade dos ventos estava em 10 km/h.
 
Ansioso para iniciar os trabalhos, Lorenzo foi o primeiro a aparecer para entrar na pista, mas logo ganhou a companhia de um enorme pelotão. Com a ameaça de chuva pairando no ar, ninguém queria esperar muito para começar a trabalhar.
 
Pouco depois de sair, Iannone voltou aos boxes da Suzuki se queixando de vibrações. O italiano, o único a ter nas duas motos a carenagem desenvolvida para compensar o veto às asas aerodinâmicas, teve de voltar para a pista com a moto reserva.
 
Com 2min08s654, Maverick Viñales começou a sessão na ponta, à frente e Scott Redding e Loris Baz. 
 
Na sequência, Crutchlow avançou para o topo da tabela, 0s051 melhor que Márquez, o segundo colocado. Viñales, Pedrosa, Redding e Rossi vinham logo atrás.
 
Com bom ritmo, Pedrosa foi a 2min06s586 e passou Crutchlow pela ponta por 0s206. A liderança do #26, no entanto, durou pouco, já que Viñales virou 0s071 melhor.
 
Dani respondeu de imediato e recuperou a liderança, 0s406 melhor que Maverick, mas perdeu para Márquez pouco depois, com o campeão vigente virando 0s574 melhor. Viñales caiu para terceiro, à frente de Crutchlow, Folger e Dovizioso.
 
Com cerca de 15 minutos de sessão, os boxes ganharam em movimentação. Márquez tinha a ponta da tabela, com Pedrosa, Viñales, Crutchlow, Folger, Dovizioso, Zarco, Redding, Rossi e Baz completando um top-10 separado por 1s884.
Marc Márquez vai ter trabalho para manter domínio em Austin (Foto: Repsol)
Ainda neste início de sessão, Crutchlow sofreu uma queda sem maiores consequências físicas na curva 6. O britânico voltou aos boxes da LCR logo e retornou para a pista com a moto reserva.
 
Iannone, por sua vez, vinha na última colocação, já que teve de voltar aos boxes mais uma vez após sair com a GSX-RR reserva.
 
De volta à pista, Rabat anotou 2min02s201 e assumiu a nona colocação, 0s018 à frente de Barberá, que também tinha apertado o passo.
 

Zarco também seguiu a tendência de melhora e pulou para o terceiro posto, 0s669 atrás de Márquez. Barberá evoluiu mais uma vez e chegou ao quinto lugar da tabela de tempos.
 
Iannone também foi escalando aos poucos e chegou ao sétimo posto após completar nove voltas nesta manhã. O piloto da Suzuki tinha 1s289 de atraso para o líder.
 
Depois de passar pelos boxes da Yamaha, Rossi baixou sua marca para 2min06s961 e subiu para a nona colocação, 1s426 atrás do líder.
 
Mais para cima na tabela, Viñales alcançou 2min05s462 e tirou Márquez da liderança, abrindo 0s073 de margem para o rival da Honda. Pedrosa era o terceiro, à frente de Zarco e Barberá.
 
Maverick foi ainda mais longe na volta seguinte, alcançando 2min04s923, 0s612 melhor que Márquez. 
 
Com pouco mais de 12 minutos para o fim, a movimentação nos boxes começou a aumentar. Viñales liderava, com Márquez, Pedrosa, Zarco, Barberá, Crutchlow, Iannone, Folger, Redding e Rossi fechando o top-10.
 
Antes de parar, Pol Espargaró deu uma bela sacudida na curva 12 de Austin, mas se manteve na moto. O catalão tinha o 21º tempo.
 
Com 2min06s774, Redding saltou para a quinta colocação, 1s851 mais lento que Viñales. O britânico era a melhor Ducati nesta primeira sessão.
 
Zarco também conseguiu uma melhora e subiu para a terceira colocação, 0s023 melhor que Pedrosa, que caiu para o quarto posto.
 
Segundo na tabela, Márquez também apertou o passo, mas apenas para reduzir para 0s577 a margem de Viñales no topo da tabela.
 
Neste stint final, Rossi deixou os boxes da Yamaha com um par de pneus macios. O italiano tem mostrado dificuldade nos treinos em 2017, mas sempre encontra algo extra na hora da corrida.
 
Com pouco menos de três minutos para o fim, Dovizioso registrou 2min05s604 e saltou para a terceira colocação, 0s681 atrás de Maverick. Crutchlow também melhorou e vinha em sexto.
 
Com 2min06s316, Rossi pulou para o sexto posto, 1s393 mais lento que o companheiro de Yamaha. 
 
Pouco depois, Lorenzo acertou um giro em 2min06s017 e pegou o quinto posto, 1s094 mais lento que o lóder. Pedrosa caiu para sexto, 0s092 atrás do #99.

MotoGP, GP das Américas, Austin, 1º Treino livre:

1 25 MAVERICK VIÑALES ESP YAMAHA 2:04.923  
2 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 2:05.500 +0.577
3 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 2:05.604 +0.681
4 5 JOHANN ZARCO FRA TECH3 YAMAHA 2:05.790 +0.867
5 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP ASPAR DUCATI 2:05.833 +0.910
6 99 JORGE LORENZO ESP DUCATI 2:06.017 +1.094
7 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 2:06.109 +1.186
8 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 2:06.292 +1.369
9 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP APRILIA 2:06.411 +1.488
10 9 DANILO PETRUCCI ITA DUCATI 2:06.469 +1.546
11 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 2:06.484 +1.561
12 43 JACK MILLER AUS MARC VDS HONDA 2:06.515 +1.592
13 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI 2:06.646 +1.723
14 94 JONAS FOLGER ALE TECH3 YAMAHA 2:06.692 +1.769
15 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 2:06.786 +1.863
16 29 ANDREA IANNONE ITA SUZUKI 2:06.824 +1.901
17 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA 2:06.894 +1.971
18 76 LORIS BAZ ESP AVINTIA DUCATI 2:07.127 +2.204
19 17 KAREL ABRAHAM RTC ASPAR DUCATI 2:07.300 +2.377
20 42 ÁLEX RINS ESP SUZUKI 2:08.006 +3.083
21 44 POL ESPARGARÓ ESP KTM 2:08.128 +3.205
22 22 SAM LOWES ING APRILIA 2:08.292 +3.369
23 38 BRADLEY SMITH ING KTM 2:08.740 +3.817
             
RECORDE MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 2:03.575 160.6 km/h
MELHOR VOLTA MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 2:02.135 162.4 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 23ºC | pista: 27ºC
 
PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?


Últimas Notícias
sexta-feira, 21 de abril de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
F1
Nascar
F1
F1
F1
F1
F1
Stock Car
MotoGP
quinta-feira, 20 de abril de 2017
MotoGP
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook