MotoGP
21/04/2017 12:42

Viñales bate Márquez e dita ritmo no primeiro treino da MotoGP em Austin. Melhor Ducati, Dovizioso é 3º

Maverick Viñales voltou a mostrar força a bordo da YZR-M1 e bateu Marc Márquez para assegurar a liderança da primeira sessão de treinos livres para o GP as Américas. Andrea Dovizioso colocou a Ducati no terceiro posto.
Warm Up
JULIANA TESSER, de São Paulo
 
Marc Márquez vai ter trabalho se quiser manter sua invencibilidade em Austin. Na manhã desta sexta-feira (21), Maverick Viñales se impôs e assegurou a liderança do primeiro treino livre da MotoGP. E com sobras.
 
Com seu melhor giro em 2min04s923, o #25 fechou o primeiro treino no Circuito das Américas com 0s577 de margem para Márquez, que venceu todas as corridas disputadas no traçado texano.
Maverick Viñales foi o mais rápido em Austin (Foto: Yamaha)
Andrea Dovizioso melhorou na parte final da sessão e colocou a Ducati no terceiro posto, 0s681 mais lento que o líder.
 
Destaque deste início de temporada, Johann Zarco voltou a fazer bonito e, com 2min05s790, ficou com o quarto posto, à frente de Álvaro Bautista, que acertou uma boa volta final.

Jorge Lorenzo também conseguiu avançar nos minutos finais da sessão e ficou com o sexto posto, à frente de Dani Pedrosa. 1s369 mais lento que o companheiro de Yamaha, Valentino Rossi fez o oitavo melhor registro.
 
Na volta final, Aleix Espargaró anotou 2min06s411 e subiu para a nona colocação, seguido por Danilo Petrucci, que completa o rol dos dez melhores.
 
Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP em Austin:
 

Com o céu parcialmente nublado, os pilotos da MotoGP entraram na pista na manhã desta sexta-feira com a temperatura na casa dos 24°C e o asfalto chegando a 27°C. A velocidade dos ventos estava em 10 km/h.
 
Ansioso para iniciar os trabalhos, Lorenzo foi o primeiro a aparecer para entrar na pista, mas logo ganhou a companhia de um enorme pelotão. Com a ameaça de chuva pairando no ar, ninguém queria esperar muito para começar a trabalhar.
 
Pouco depois de sair, Iannone voltou aos boxes da Suzuki se queixando de vibrações. O italiano, o único a ter nas duas motos a carenagem desenvolvida para compensar o veto às asas aerodinâmicas, teve de voltar para a pista com a moto reserva.
 
Com 2min08s654, Maverick Viñales começou a sessão na ponta, à frente e Scott Redding e Loris Baz. 
 
Na sequência, Crutchlow avançou para o topo da tabela, 0s051 melhor que Márquez, o segundo colocado. Viñales, Pedrosa, Redding e Rossi vinham logo atrás.
 
Com bom ritmo, Pedrosa foi a 2min06s586 e passou Crutchlow pela ponta por 0s206. A liderança do #26, no entanto, durou pouco, já que Viñales virou 0s071 melhor.
 
Dani respondeu de imediato e recuperou a liderança, 0s406 melhor que Maverick, mas perdeu para Márquez pouco depois, com o campeão vigente virando 0s574 melhor. Viñales caiu para terceiro, à frente de Crutchlow, Folger e Dovizioso.
 
Com cerca de 15 minutos de sessão, os boxes ganharam em movimentação. Márquez tinha a ponta da tabela, com Pedrosa, Viñales, Crutchlow, Folger, Dovizioso, Zarco, Redding, Rossi e Baz completando um top-10 separado por 1s884.
Marc Márquez vai ter trabalho para manter domínio em Austin (Foto: Repsol)
Ainda neste início de sessão, Crutchlow sofreu uma queda sem maiores consequências físicas na curva 6. O britânico voltou aos boxes da LCR logo e retornou para a pista com a moto reserva.
 
Iannone, por sua vez, vinha na última colocação, já que teve de voltar aos boxes mais uma vez após sair com a GSX-RR reserva.
 
De volta à pista, Rabat anotou 2min02s201 e assumiu a nona colocação, 0s018 à frente de Barberá, que também tinha apertado o passo.
 

Zarco também seguiu a tendência de melhora e pulou para o terceiro posto, 0s669 atrás de Márquez. Barberá evoluiu mais uma vez e chegou ao quinto lugar da tabela de tempos.
 
Iannone também foi escalando aos poucos e chegou ao sétimo posto após completar nove voltas nesta manhã. O piloto da Suzuki tinha 1s289 de atraso para o líder.
 
Depois de passar pelos boxes da Yamaha, Rossi baixou sua marca para 2min06s961 e subiu para a nona colocação, 1s426 atrás do líder.
 
Mais para cima na tabela, Viñales alcançou 2min05s462 e tirou Márquez da liderança, abrindo 0s073 de margem para o rival da Honda. Pedrosa era o terceiro, à frente de Zarco e Barberá.
 
Maverick foi ainda mais longe na volta seguinte, alcançando 2min04s923, 0s612 melhor que Márquez. 
 
Com pouco mais de 12 minutos para o fim, a movimentação nos boxes começou a aumentar. Viñales liderava, com Márquez, Pedrosa, Zarco, Barberá, Crutchlow, Iannone, Folger, Redding e Rossi fechando o top-10.
 
Antes de parar, Pol Espargaró deu uma bela sacudida na curva 12 de Austin, mas se manteve na moto. O catalão tinha o 21º tempo.
 
Com 2min06s774, Redding saltou para a quinta colocação, 1s851 mais lento que Viñales. O britânico era a melhor Ducati nesta primeira sessão.
 
Zarco também conseguiu uma melhora e subiu para a terceira colocação, 0s023 melhor que Pedrosa, que caiu para o quarto posto.
 
Segundo na tabela, Márquez também apertou o passo, mas apenas para reduzir para 0s577 a margem de Viñales no topo da tabela.
 
Neste stint final, Rossi deixou os boxes da Yamaha com um par de pneus macios. O italiano tem mostrado dificuldade nos treinos em 2017, mas sempre encontra algo extra na hora da corrida.
 
Com pouco menos de três minutos para o fim, Dovizioso registrou 2min05s604 e saltou para a terceira colocação, 0s681 atrás de Maverick. Crutchlow também melhorou e vinha em sexto.
 
Com 2min06s316, Rossi pulou para o sexto posto, 1s393 mais lento que o companheiro de Yamaha. 
 
Pouco depois, Lorenzo acertou um giro em 2min06s017 e pegou o quinto posto, 1s094 mais lento que o lóder. Pedrosa caiu para sexto, 0s092 atrás do #99.

MotoGP, GP das Américas, Austin, 1º Treino livre:

1 25 MAVERICK VIÑALES ESP YAMAHA 2:04.923  
2 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 2:05.500 +0.577
3 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 2:05.604 +0.681
4 5 JOHANN ZARCO FRA TECH3 YAMAHA 2:05.790 +0.867
5 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP ASPAR DUCATI 2:05.833 +0.910
6 99 JORGE LORENZO ESP DUCATI 2:06.017 +1.094
7 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 2:06.109 +1.186
8 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 2:06.292 +1.369
9 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP APRILIA 2:06.411 +1.488
10 9 DANILO PETRUCCI ITA DUCATI 2:06.469 +1.546
11 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 2:06.484 +1.561
12 43 JACK MILLER AUS MARC VDS HONDA 2:06.515 +1.592
13 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI 2:06.646 +1.723
14 94 JONAS FOLGER ALE TECH3 YAMAHA 2:06.692 +1.769
15 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 2:06.786 +1.863
16 29 ANDREA IANNONE ITA SUZUKI 2:06.824 +1.901
17 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA 2:06.894 +1.971
18 76 LORIS BAZ ESP AVINTIA DUCATI 2:07.127 +2.204
19 17 KAREL ABRAHAM RTC ASPAR DUCATI 2:07.300 +2.377
20 42 ÁLEX RINS ESP SUZUKI 2:08.006 +3.083
21 44 POL ESPARGARÓ ESP KTM 2:08.128 +3.205
22 22 SAM LOWES ING APRILIA 2:08.292 +3.369
23 38 BRADLEY SMITH ING KTM 2:08.740 +3.817
             
RECORDE MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 2:03.575 160.6 km/h
MELHOR VOLTA MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 2:02.135 162.4 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 23ºC | pista: 27ºC
 
PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?



Últimas Notícias
sábado, 18 de novembro de 2017
Motociclismo
World Series
Stock Car
MotoGP
Superbike
F3
Turismo
F1
F1
F1
Motociclismo
sexta-feira, 17 de novembro de 2017
F1
Nascar
Brasileiro de Marcas
Brasileiro de Turismo
Galerias de Imagens
Facebook