Motos
06/05/2016 15:00

Honda fortalece linha trail no Brasil e lança por R$ 13.300 XRE com motor de 190cc e freios ABS de série

Novidade fica posicinada entre as conhecidas Bros 160 e XRE 300; a Honda XRE 190 custará R$ 13.300 e estará nas concessionárias entre o fim de maio e início de junho
Warm Up
VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
A Honda reforça o segmento trail com o lançamento nesta sexta-feira (6) da XRE 190. O modelo, que tem como principais diferenciais um inédito motor de 190cc e o sistema ABS como item de série, estará nas lojas entre o fim de maio e o início de junho pelo preço de R$ 13.300.
 
Apesar de o visual remeter à XRE 300 e o porte ao de uma Bros 160, a XRE é uma motocicleta completamente nova. A ideia da fabricante é oferecer um meio do caminho entre as duas atuais trail. O preço é uma boa referência - a 160cc custa R$ 11.257 e a 300cc R$ 15.260.
Nova XRE vem equipada com inédito motor de 190cc (Foto: Honda)
Chamam a atenção, principalmente, motor e sistema de freios. O propulsor é um inédito monocilíndrico de 184,4 cm³ que funciona com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis. Desenvolve 16,4 cv de potência e torque máximo de 1,66 kgf.m quando abastecido com etanol, e 16,3 cv e 1,65 kgf.m se o tanque de 13,5 litros estiver com gasolina. A alimentação é por injeção eletrônica e o câmbio é de cinco velocidades.
 
Já o sistema de freios tem discos nas duas rodas (240 mm na frente e 220 atrás) com ABS de série - atuando apenas na roda da frente. Aliás, é a motocicleta de menor porte no mercado a oferecer essa tecnologia - a Yamaha tem o NMAX 160 no segmento scooter. A roda raiada da frente tem 19 polegadas e pneu na medida 90/90, enquanto atrás o aro é de 17 polegadas e a medida 110/90. A suspensão dianteira é do tipo telescópica de 180 mm e a traseira é monoamortecida com 150 mm de curso.
XRE 190 tem visual trail, mas foi concebida para rodar prioritariamente na cidade (Foto: Honda)
O painel é totalmente digital e fornece informações como velocidade, rpm, marcador de combustível, relógio, além de consumo instantâneo. O banco é largo e tem dois níveis e alguns itens dão uma ideia de diferenciação como tampa do motor na cor grafite, rodas com aro no acabamento cromo escuro e três opções de cores perolizadas: verde, vermelha e preta.

Primeiras impressões
 
O GRANDE PRÊMIO esteve no Haras Tuiuti, localizado no interior de São Paulo, para um primeiro contato com a XRE 190. A pista não é o melhor ambiente para a avaliação dessa trail de característica urbana, mas foi possível notar algumas coisas, como o equilíbrio e o bom funcionamento do conjunto de suspensões. Mais perceptível ainda é o trabalho do ótimo sistema de freios. Seguro, sobretudo por conta do ABS. Impressiona a estabilidade do modelo mesmo em frenagens de emergência.
 
O motor de maior capacidade em relação à Bros é esperto e oferece, na prática, um pouco mais de desempenho, mas nada gritante. O torque, sim, chama a atenção, oferecendo mais força mesmo em baixas rotações. O câmbio tem bom escalonamento e as trocas de marchas são precisas, uma assinatura da Honda.
 
A posição de pilotagem é agradavel e leva em conta o conforto do condutor. O guidão alto deixa os braços à vontade e as pernas ficam bem encaixadas no tanque de combustível. O banco é largo, contudo não prima pela maciez. O painel é rico em informações e a leitura é fácil. 
 
O primeiro contato foi positivo, mas é preciso colocar o modelo em seu habitat original (a cidade) para uma avaliação mais criteriosa.
Modelo privilegia conforto do piloto na posição de pilotagem (Foto: Honda)
 
Últimas Notícias
sábado, 25 de fevereiro de 2017
F1
Superbike
F1
F1
F1
sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017
F-Truck
F1
F1
F1
Nascar
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook