Nascar
07/11/2016 02:16

Edwards supera Truex com pit-stop perfeito, alcança vitória crucial no Texas e parte para final do Chase

Tanto na pista quanto nos boxes, Carl Edwards foi cirúrgico. Em uma jornada suada, o #19 desbancou Martin Truex Jr. nos detalhes e levou a vitória no Texas. Assim, Edwards reverte um resultado péssimo em Martinsville e vai para a decisão do Chase
Warm Up
VITOR FAZIO, de Porto Alegre
Carl Edwards chegou no Texas com a corda no pescoço. Uma prova horrível em Martinsville quase jogou as chances do #19 no Chase pela janela. Mas Edwards teve sua redenção após uma prova certeira no Texas: neste domingo (6), o veterano foi preciso tanto nos boxes quanto na pista, superando um veloz Martin Truex Jr.
 
Em um primeiro momento parecia que Truex estava em melhor forma: o #78 tinha a liderança e mais ritmo, enquanto Edwards era o segundo. Mas uma sequência de bandeiras amarelas e relargadas acabou bagunçando a ordem: em uma das paradas, a equipe de Carl foi cirúrgica, entregando o #19 na liderança, de onde não mais sairia.

E, mesmo que alguém estivesse mais rápido do que Edwards, a natureza não permitiria outro vencedor. Depois de quase seis horas de adiamento da largada por conta da chuva, uma nova frente úmida serviu para acabar com a prova em definitivo, 41 voltas antes do previsto.
Carl Edwards lidera pelotão no Texas (Foto: Nascar)
Depois de perder a liderança para Edwards, Truex também perdeu o segundo lugar para Logano. O #22, apesar de ter dominado a primeira metade da corrida, não parecia capaz de fazer algo contra Edwards. Chase Elliott foi quarto, sendo recompensado por uma prova sólida. Kyle Busch foi quinto, levando um ótimo resultado de uma prova mediana.

A próxima etapa da Nascar será em Phoenix. Trata-se da penúltima corrida do ano. Depois, quatro pilotos partem para a decisão em Homestead.

Saiba como foi a etapa do Texas da Nascar
 
Cinco horas de incerteza, mas a largada finalmente seria dada no Texas. Depois que a chuva atingiu o circuito, a eterna demora em secar a pista transformou uma corrida vespertina em noturna. Isso mudava tudo: o set-up dos carros teria de ser modificado ao longo das 500 Milhas. Assim, uma bandeira amarela de competição seria acionada na volta 28.
 
Antes de a corrida iniciar de fato, algumas voltas de toques finais no asfalto. Os carros foram à pista para terminar a secagem da pista, o que levou a Nascar a acionar bandeira verde e amarela ao mesmo tempo – as voltas estavam contando, mas em regime de bandeira amarela.
 
A bandeira verde para valer veio às 23h04. Joey Logano tomou a liderança, conforme o pole Austin Dillon se contentava com o segundo lugar. Kevin Harvick, Brad Keselowski e Paul Menard eram os outros pilotos do top-5.
 
Claro, Menard não tinha o ritmo para andar em quinto por muito tempo. O #27 foi vítima de carros bem mais velozes, logo surgindo em nono. Paul acabou sendo um fator interessante para os líderes: Matt Kenseth superou Carl Edwards, que estava sendo preso pelo adversário mais lento, e pintou em P5.
 
A bandeira amarela de fato veio na volta 28. Logano sustentou a liderança nos boxes, mas agora contava com um ameaçador Harvick em segundo lugar. Na relargada, boas notícias para o líder: o companheiro Keselowski ultrapassou Harvick. Dillon e Edwards eram quarto e quinto.
A chuva veio na pior hora possível (Foto: Reprodução/TV)
Apesar da relargada mediana, Harvick recuperou a segunda posição em seguida. O #4 era um pouco mais veloz do que Logano, e já estava se aproximando. Pouco depois, o #22 voltou a recuperar algum conforto.
 
Na volta 68, o primeiro carro com problemas mais sérios. Alex Bowman começou a perder pressão no pneu dianteiro direito, foi aos boxes com urgência e perdeu uma volta para os líderes.
 
Entre os líderes, a ordem parecia estável. A única mudança era Kyle Larson que, depois de relargar em 11º, pintou em terceiro na volta 73.
 
Na 76, o primeiro ciclo de pits em bandeira verde do dia. Um pouco mais cedo do que de costume, consequência do alto consumo de pneus. Quando todos pararam, Logano voltou a ser líder – mas agora com Larson em segundo. Edwards, Harvick e Truex fechavam o top-5.
 
Larson seguia ganhando terreno. O #42 era um dos mais rápidos após o pit, e estava se aproximando de Logano. O problema: era necessário cortar 5s de diferença.
 
Antes de qualquer briga pela liderança ser possível, a segunda bandeira amarela foi acionada. Brian Scott rodou sozinho na volta 108 – e quase bateu em Kyle Busch. Todos foram aos boxes outra vez, de onde os líderes saíram na mesmo ordem – Logano, Larson e Edwards.
 
Logano sustentou a liderança na relargada, mas isso não adiantou muito. Detritos na pista forçaram outra bandeira amarela quase imediatamente.
Martin Truex Jr. na frente de Carl Edwards (Foto: Reprodução/Twitter)
Na tentativa seguinte, Logano seguiu líder. Agora com Truex em segundo, depois de despachar ambos Larson e Edwards. Keselowski era o quinto colocado.
 
Apesar do risco das relargadas, Logano seguia inabalável. O #22 conseguiu abrir mais de 2s para Truex, que pelo menos conseguia abrir para Edwards, novo terceiro colocado.

Mais atrás, Menard arranjava problemas. O #27 teve um pneu furado, rodou e trouxe a quarta bandeira amarela. Kyle Busch aproveitou para fazer reparos nos boxes: fora do top-10, o #18 tinha danos na frente do carro.
 
Logano e Truex seguiram em primeiro e segundo na relargada, enquanto Edwards e Harvick ficavam com terceiro e quarto. Larson pintava em quinto.
 
Com 184 voltas disputadas, a primeira grande disputa pela liderança: Logano não conseguia abrir sobre Truex, que estava colado no #22. Antes que uma manobra realmente ocorresse, o ciclo de pits começou.
 
Martin parou uma volta antes de Joey, e assumiu a primeira posição justamente por conta disso. Um único giro com pneus novos bastou para o #78 dar o pulo do gato. Edwards também havia ultrapassado Logano, com a mesma tática.
 
Com Logano ficando para trás, a briga pela vitória passava a ficar entre Truex e Edwards. O #78, já eliminado do Chase, contra o #19, precisando vencer para seguir com chances de título. Os dois eram separados por apenas 0s4.
 
O ciclo seguinte veio ainda mais cedo: apenas 50 voltas após a última parada, todos começaram a voltar aos boxes para colocar borracha nova. Edwards e Truex vieram juntos, com o #19 quase passando o #78 na freada para os pits. Conseguindo se sustentar na frente, Martin voltou à pista com uma vantagem ainda maior.
Joey Logano (Foto: Nascar Media)
A briga pela liderança estava mais dramática do que de costume: a chuva voltava a se aproximar, e estas podiam ser as últimas voltas do dia. Com 230 voltas disputadas, o top-5 era o seguinte: Truex, Edwards, Logano, Elliott e Dillon.
 
Logano, antes rei, começava a desabar. Não só Joey era incapaz de acompanhar os dois primeiros, como também passou a ser ultrapassado por ambos Elliott e Dillon.
 
Dillon este que quase se deu muito mal pouco depois. O #3 se enroscou com o retardatário David Ragan e quase rodou. Mesmo sem bater em nada, a amarela foi necessária por conta do carro lento na pista.
 
Todos foram trocar pneus, e os pits viraram um fator importante: Edwards desbancou Truex, tomando a liderança pela primeira vez na noite.
 
Na relargada, Edwards voltou a brilhar: o #19 disparou com facilidade, enquanto Truex sofria para segurar Elliott. Imediatamente atrás, Dillon era tocado por Harvick e batia com alguma força no muro.
 
Dessa vez era definitivo: o #3 estava fora de combate. Tentando desviar, Casey Mears bateu forte, enquanto Scott rodou outra vez. Sexta amarela do dia, portanto.
 
Edwards voltou a acertar na relargada seguinte, enquanto Truex perdia o segundo lugar para Logano. O #22 não parecia ter o melhor carro, mas tirou muito proveito das duas relargadas em sequência. Elliott vinha em quarto, com Kyle Busch em quinto.
 
As voltas passavam e a chuva voltava a ser uma ameaça real. A garoa vinha, mas ainda não era suficiente para trazer uma bandeira amarela. Mas quando a chuva veio, foi para valer: um toró acabou de vez com a possibilidade de relargar, entregando a vitória para Edwards.

Nascar 2016, Texas, corrida, final:
*Os pilotos do Chase estão marcados com fundo verde
1 19 CARL EDWARDS EUA JOE GIBBS TOYOTA 293 voltas  
2 22 JOEY LOGANO EUA PENSKE FORD +0.620  
3 78 MARTIN TRUEX JR. EUA FURNITURE ROW TOYOTA +2.624  
4 24 CHASE ELLIOTT EUA HENDRICK CHEVROLET +3.262  
5 18 KYLE BUSCH EUA JOE GIBBS TOYOTA +3.934  
6 4 KEVIN HARVICK EUA STEWART-HAAS CHEVROLET +4.553  
7 20 MATT KENSETH EUA JOE GIBBS TOYOTA +5.465  
8 5 KASEY KAHNE EUA HENDRICK CHEVROLET +6.143  
9 11 DENNY HAMLIN EUA JOE GIBBS TOYOTA +7.365  
10 31 RYAN NEWMAN EUA RICHARD CHILDRESS CHEVROLET +8.172  
11 48 JIMMIE JOHNSON EUA HENDRICK CHEVROLET +18.003  
12 21 RYAN BLANEY EUA WOOD BROTHERS FORD +18.361  
13 88 ALEX BOWMAN EUA HENDRICK CHEVROLET +19.566  
14 2 BRAD KESELOWSKI EUA PENSKE FORD +19.922  
15 42 KYLE LARSON EUA GANASSI CHEVROLET +20.359  
16 17 RICKY STENHOUSE JR. EUA ROUSH FENWAY FORD +20.786  
17 47 AJ ALLMENDINGER EUA JTS DAUGHERTY CHEVROLET +26.090  
18 16 GREG BIFFLE EUA ROUSH FENWAY FORD +1 volta  
19 1 JAMIE McMURRAY EUA GANASSI CHEVROLET +1 volta  
20 41 KURT BUSCH EUA STEWART-HAAS CHEVROLET +1 volta  
21 34 CHRIS BUESCHER EUA FRONT ROW FORD +1 volta  
22 43 ARIC ALMIROLA EUA RICHARD PETTY FORD +1 volta  
23 95 MICHAEL McDOWELL EUA LEAVINE CHEVROLET +2 voltas  
24 10 DANICA PATRICK EUA STEWART-HAAS CHEVROLET +2 voltas  
25 15 CLINT BOWYER EUA H SCOTT CHEVROLET +2 voltas  
26 7 REGAN SMITH EUA TOMMY BALDWIN CHEVROLET +2 voltas  
27 44 BRIAN SCOTT EUA RICHARD PETTY FORD +2 voltas  
28 27 PAUL MENARD EUA RICHARD CHILDRESS CHEVROLET +2 voltas  
29 38 LANDON CASSILL EUA FRONT ROW FORD +2 voltas  
30 6 TREVOR BAYNE EUA ROUSH FENWAY FORD +3 voltas  
31 14 TONY STEWART EUA STEWART-HAAS CHEVROLET +4 voltas  
32 46 MICHAEL ANNETT EUA H SCOTT CHEVROLET +5 voltas  
33 23 DAVID RAGAN EUA BK TOYOTA +5 voltas  
34 83 JEFFREY EARNHARDT EUA BK TOYOTA +8 voltas  
35 55 REED SORENSON EUA PREMIUM CHEVROLET +8 voltas  
36 32 JOEY GASE EUA GO F A S FORD +13 voltas  
37 3 AUSTIN DILLON EUA RICHARD CHILDRESS CHEVROLET +31 voltas  
38 93 RYAN ELLIS EUA BK TOYOTA +32 voltas NC
39 13 CASEY MEARS EUA GERMAIN CHEVROLET +33 voltas NC
40 30 JOSH WISE EUA GO F A S FORD +33 voltas  


Últimas Notícias
sábado, 19 de agosto de 2017
Indy
Seletiva BR
Indy
F3
Rali
Indy
Indy
Nascar
Indy
F3
F3
DTM
Indy
Superbike
F1
Galerias de Imagens
Facebook