Outras
20/04/2017 08:33

Após perder as duas pernas em acidente, Monger deixa estado de coma induzido, mas deve ser submetido a nova cirurgia

O jovem Billy Monger, que perdeu as duas pernas em um acidente durante a etapa da F4 Inglesa no último domingo, deixou o estado de coma induzido, confirmou o chefe de sua equipe na categoria, Steven Hunter. O inglês de 17 anos vai passar por nova cirurgia
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
 


Billy Monger deixou o estado de coma induzido nesta quinta-feira (20) e já sugeriu que deseja voltar a correr. O jovem inglês perdeu as duas pernas em um acidente sério durante a etapa da F4 Inglesa, em Donington Park, realizada no último fim de semana. O piloto foi imediatamente socorrido e passou por uma longa cirurgia ainda no domingo, mas sua condição de saúde só foi revelada nesta quarta-feira. Monger foi temporariamente retirado do coma antes de outra operação, pela qual será submetido ainda hoje. 
 
Steven Hunter, chefe da JHR, equipe em que Billy competia na F4 inglesa, vem acompanhando a recuperação de Billy ao lado da família. "Tivemos alguns pontos positivos", disse Hunter em declaração à revista inglesa 'Autosport'. "Billy está respirando sozinho e falando também. Ele está consciente de seus ferimentos e está excepcionalmente positivo quanto à sua condição. Ele está na cama, tentando entender como usar a embreagem com as mãos", completou.
 
"Esse é o Billy. Há um longo, longo caminho pela frente. Ele vai passar por momentos difíceis, mas tenho certeza que, com a personalidade que tem, vai superar tudo isso", emendou Hunter.
Billy Monger corre na F4 Inglesa (Foto: Reprodução)

Em conjunto com a família e o líder do campeonato de turismo inglês, Tom Ingram, Hunter abriu um crowdfunding para viabilizar a reabilitação de Monger. A iniciativa ganhou o apoio de muitos nomes importantes do esporte a motor no mundo e menos de 24h depois de lançado já superou a meta de £ 260 mil - algo em torno de R$ 1 milhão. O valor atual está em £ 480 mil, ou mais de R$ 1,8 milhão. 
 
Jenson Button e Max Verstappen já doaram £ 15 mil (R$ 60 mil), enquanto um ex-rival de Monger, Devlin DeFrancesco, contribuiu com £ 26 mil (R$ 100 mil). "Jenson nos ligou diretamente", disse Hunter. "Só posso agradecê-lo por isso e pela doação. Felipe Massa, Lewis Hamilton e Chip Ganassi também compartilharam a informação."
 
"Nós estipulamos esse valor porque é o que vimos em termos de custos de próteses. Mas a recuperação total vai superar muito. Ele é um menino legal. É trágico vê-lo nesta situação, mas ele é muito querido", completou.
 

PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?



Últimas Notícias
sexta-feira, 23 de junho de 2017
Indy
F2
Indy
Indy
Indy
F1
F1
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook