Outras
06/02/2015 14:33 - Atualizada 10/02/2015 12:04

Governador do DF assina decreto que libera verba complementar para conclusão das obras no autódromo de Brasília

Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg assinou na última quarta-feira (4) um decreto de crédito suplementar para que as obras iniciadas no Autódromo Nelson Piquet, em Brasília, possam ser concluídas. Verba completar supera os R$ 20 milhões
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Atualização: Esta informação divulgada pela Confederação Brasileira de Automobilismo no dia 6 de fevereiro estava errada e foi negada pelo Governo do Distrito Federal.

O governo do Distrito Federal não vai deixar o Autódromo Nelson Piquet, em Brasília, inacabado. Na última quarta-feira (4), o governador Rodrigo Rollemberg assinou um decreto de crédito suplementar que vai permitir a conclusão dos trabalhos iniciados na pista brasiliense.
 
Pelo decreto, o governo do DF vai repassar um montante de R$ 20.479.297,00 para a Terracap (Companhia Imobiliária de Brasília) para que as obras possam ser finalizadas.
Obras no autódromo Nelson Piquet foram interrompidas por orientação do Ministério Público (Foto: Sandro Macedo)
No último dia 29, o governo do DF, seguindo uma recomendação do Ministério Público do Distrito Federal, cancelou a etapa que a Indy faria na cidade e paralisou a reforma do autódromo
 
De acordo com o MP, os contratos firmados ainda na gestão de Agnelo Queiroz violavam o interesse de uma mudança nos rumos das despesas públicas, uma vez que a gestão anterior deixou um rombo milionário nos cofres locais.
 
Em nota à imprensa, Clayton Pinteiro, presidente a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) celebrou o decreto de Rollemberg.
 
“É uma vitória para o esporte a motor brasileiro”, avaliou o dirigente. “Brasília é uma praça esportiva importante para competições nacionais e vital para os campeonatos regionais”, concluiu.
Decreto foi assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg no último dia 4(Imagem: Reprodução)
Na última quarta-feira, Maurício Slaviero, diretor da Vicar, a promotora da Stock Car, visitou as obras no autódromo e saiu da capital federal confiante de que as obras seriam retomadas pela gestão Rollemberg.
 
“Ficou claro para todos nós que o governador reconhece a importância do autódromo e que ele está empenhado em finalizar as obras que foram iniciadas”, contou Slaviero. “Restam detalhes burocráticos a serem resolvidos entre o Governo e o Ministério Público, mas a obra se apresenta em estágio avançado, com 70% da pista pronta”, relatou. 
 
“Inclusive, o trabalho realizado até aqui foi excelente, com um asfalto de qualidade e grandes áreas de escape. Isso fará com que Brasília tenha um dos autódromos mais seguros da América do Sul”, elogiou.
Ex-governador, Agnelo Queiroz (centro) foi quem assinou os acordos com a MotoGP e a Indy  (Foto: Roberto Castro/GDF)
A reforma do Autódromo Nelson Piquet já é um drama bastante antigo. Sucateado já há alguns anos, o circuito viu suas chances de reforma renascerem em 2013, quando Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, veio ao Brasil para assinar um acordo para leva o certame à capital
 
Mesmo com uma data no calendário de 2014 do Mundial, o governo do DF pouco fez para reformar o circuito e a MotoGP teve de alterar sua programação e desistir do sonho de voltar ao Brasil.
 
Ainda assim, o ex-governador conseguiu um acordo com a Indy para receber a categoria em março deste ano, de novo com a promessa de que o autódromo passaria por uma grande intervenção. 
 
Desta vez, entretanto, a obra saiu do papel, mas dúvidas referentes à lisura dos contratos forçaram a paralisação das obras e o cancelamento da Indy à pedido do MP. 

icone_warmup Exclusivo: DF - Dossiê de Falcatruas
O que acontece no entorno do autódromo de Brasília

Últimas Notícias
sábado, 25 de março de 2017
Nascar
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
F1
F1
MotoGP
Nascar
F1
Galerias de Imagens
Facebook