Outras
06/02/2015 14:33 - Atualizada 10/02/2015 12:04

Governador do DF assina decreto que libera verba complementar para conclusão das obras no autódromo de Brasília

Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg assinou na última quarta-feira (4) um decreto de crédito suplementar para que as obras iniciadas no Autódromo Nelson Piquet, em Brasília, possam ser concluídas. Verba completar supera os R$ 20 milhões
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Atualização: Esta informação divulgada pela Confederação Brasileira de Automobilismo no dia 6 de fevereiro estava errada e foi negada pelo Governo do Distrito Federal.

O governo do Distrito Federal não vai deixar o Autódromo Nelson Piquet, em Brasília, inacabado. Na última quarta-feira (4), o governador Rodrigo Rollemberg assinou um decreto de crédito suplementar que vai permitir a conclusão dos trabalhos iniciados na pista brasiliense.
 
Pelo decreto, o governo do DF vai repassar um montante de R$ 20.479.297,00 para a Terracap (Companhia Imobiliária de Brasília) para que as obras possam ser finalizadas.
Obras no autódromo Nelson Piquet foram interrompidas por orientação do Ministério Público (Foto: Sandro Macedo)
No último dia 29, o governo do DF, seguindo uma recomendação do Ministério Público do Distrito Federal, cancelou a etapa que a Indy faria na cidade e paralisou a reforma do autódromo
 
De acordo com o MP, os contratos firmados ainda na gestão de Agnelo Queiroz violavam o interesse de uma mudança nos rumos das despesas públicas, uma vez que a gestão anterior deixou um rombo milionário nos cofres locais.
 
Em nota à imprensa, Clayton Pinteiro, presidente a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) celebrou o decreto de Rollemberg.
 
“É uma vitória para o esporte a motor brasileiro”, avaliou o dirigente. “Brasília é uma praça esportiva importante para competições nacionais e vital para os campeonatos regionais”, concluiu.
Decreto foi assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg no último dia 4(Imagem: Reprodução)
Na última quarta-feira, Maurício Slaviero, diretor da Vicar, a promotora da Stock Car, visitou as obras no autódromo e saiu da capital federal confiante de que as obras seriam retomadas pela gestão Rollemberg.
 
“Ficou claro para todos nós que o governador reconhece a importância do autódromo e que ele está empenhado em finalizar as obras que foram iniciadas”, contou Slaviero. “Restam detalhes burocráticos a serem resolvidos entre o Governo e o Ministério Público, mas a obra se apresenta em estágio avançado, com 70% da pista pronta”, relatou. 
 
“Inclusive, o trabalho realizado até aqui foi excelente, com um asfalto de qualidade e grandes áreas de escape. Isso fará com que Brasília tenha um dos autódromos mais seguros da América do Sul”, elogiou.
Ex-governador, Agnelo Queiroz (centro) foi quem assinou os acordos com a MotoGP e a Indy  (Foto: Roberto Castro/GDF)
A reforma do Autódromo Nelson Piquet já é um drama bastante antigo. Sucateado já há alguns anos, o circuito viu suas chances de reforma renascerem em 2013, quando Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, veio ao Brasil para assinar um acordo para leva o certame à capital
 
Mesmo com uma data no calendário de 2014 do Mundial, o governo do DF pouco fez para reformar o circuito e a MotoGP teve de alterar sua programação e desistir do sonho de voltar ao Brasil.
 
Ainda assim, o ex-governador conseguiu um acordo com a Indy para receber a categoria em março deste ano, de novo com a promessa de que o autódromo passaria por uma grande intervenção. 
 
Desta vez, entretanto, a obra saiu do papel, mas dúvidas referentes à lisura dos contratos forçaram a paralisação das obras e o cancelamento da Indy à pedido do MP. 

icone_warmup Exclusivo: DF - Dossiê de Falcatruas
O que acontece no entorno do autódromo de Brasília

Últimas Notícias
terça-feira, 25 de abril de 2017
F1
F1
MotoGP
F1
F1
Warm Up
Indy
F1
segunda-feira, 24 de abril de 2017
Nascar
Indy
Nascar
Indy
MotoGP
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook