Outras
13/12/2016 12:05

Governo abre licitação para completar reforma da pista de Brasília. Previsão de término é para setembro de 2017

Segundo informações do governo de Brasília, foi aberta uma concorrência pública para licitação das obras de conclusão da reforma do Autódromo Internacional Nelson Piquet. A primeira fase das obras paralisada das obras deve ser concluída em setembro de 2017, quando está prevista a retomada das atividades do circuito
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 
Brasília está sem uma praça esportiva para o automobilismo desde que começaram as reformas no Autódromo Internacional Nelson Piquet, no fim de 2014. À época, o projeto era reestruturar o espaço para trazer a etapa de abertura da temporada 2015 da Indy. Mas a prova foi cancelada e as obras foram paralisadas desde março daquele ano. 
 
Entretanto, o governo de Brasília anunciou na noite da última segunda-feira (12) a abertura de um processo de licitação para a finalização da primeira parte da reforma, que inclui conclusão do asfalto, sistema de drenagem da pista, inclusão dos elementos de segurança, como guard-rails, além de sinalização. 
Governo abriu licitação para concluir as reforças do Autódromo de Brasília (Foto: Sandro Macedo)
A concorrência pública está marcada para o próximo 10 de janeiro e, segundo a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), proprietária do espaço, os custos para bancar esta primeira parte da reforma estão orçados em R$ 13,8 milhões.
 
De acordo com o governo de Brasília, a primeira fase das obras de reforma da pista do Autódromo Internacional Nelson Piquet tem previsão de término para setembro de 2017. Já o segundo estágio compreende a reforma dos prédios e, por fim, a finalização dos boxes. Tais obras serão executadas por meio de parceria público-privada.
 
“Queremos que o autódromo volte a funcionar, mas dentro do que a atual situação permite. É um projeto pé no chão, de acordo com a realidade do Distrito Federal”, disse Marcio Buzar, diretor de Edificações da Novacap, Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil. O engenheiro lembrou sobretudo dos tempos de crise que atravessa Brasília.
 
Recentemente, a Stock Car cancelou uma etapa marcada para 16 de outubro em Brasília justamente em razão da situação atual do autódromo, transferindo a rodada dupla para Curitiba. No momento, ainda restam 40% para que a primeira fase das obras de reforma da pista e dos itens de segurança necessários para a retomada das atividades possa enfim ser concluída.
 

Últimas Notícias
sábado, 25 de março de 2017
MotoGP
MotoGP
F1
F1
MotoGP
Nascar
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook