Outras
25/10/2016 06:00

Pioneira na fabricação de macacões e equipamentos de segurança, Corsa completa 30 anos

A empresa paulista que domina o mercado de vestuário para pilotos nas principais categorias do automobilismo nacional segue em processo de evolução e expansão para os padrões internacionais exigidos pela FIA
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Fundada em 1986, a Corsa Comercial Ltda. fabricou no ano seguinte o primeiro macacão antichama comercializado no Brasil. 30 anos depois, a empresa virou sinônimo de equipamentos de segurança para pilotos do automobilismo e do kartismo brasileiro e completa mais um aniversário como líder no mercado dos campeonatos nacionais, com cerca de 60% de participação considerando todas as categorias.
 
O sucesso de uma fabricante brasileira de produtos de alta tecnologia em um mercado tradicionalmente disputado por gigantes multinacionais da Europa e EUA é resultado de reciclagem constante.
 
"É um processo de evolução na qualidade dos produtos que não tem fim. Comemoramos 30 anos de mercado mantendo nossa característica de buscar sempre a excelência em nossos produtos. Internamente, a Corsa tem hoje um controle de produção informatizado, em que toda a modelagem para corte do tecido é realizada por computador", disse Orlando Sgarbi, sócio-fundador da Corsa. 
A produção da Corsa (Foto: Divulgação)
Este processo, explica Sgarbi, garante mais agilidade e precisão no atendimento aos clientes e na fabricação de macacões personalizados. 
 
"O software armazena as características físicas de cada piloto e rapidamente permite que a produção realize o corte dos tecidos de acordo com a necessidade específica de quem vai vestir o macacão. O uso da tecnologia de gestão de nossa modelagem resultou em um processo mais ágil e, acima de tudo, com maior precisão. A proximidade com nossos clientes e a certeza de entrega de um material de qualidade sempre foram nossos diferenciais. E estamos, a cada ano, nos aprimorando mais e mais", acrescentou. 
 
Nestas três décadas de atuação, a Corsa expandiu sua linha de produtos e atualmente possui, também, uma marca própria de capacetes - a Sgarbi Helmet. A qualidade dos produtos, naturalmente, acompanha as normas internacionais da FIA, o que garante seu uso em qualquer competição de automobilismo ou kartismo ao redor do mundo. "Antes de lançar um produto, realizamos testes específicos para cada componente da roupa. Tais testes são executados somente por laboratórios especializados da Europa e EUA. Somente depois de aprovados nessa fase, de posse dos laudos emitidos pelos laboratórios, é que nossos novos produtos são enviados para homologação FIA. O passo seguinte é colocar o produto no mercado", completou.
A Corsa completa 30 anos (Foto: Divulgação)
A Corsa foi a primeira empresa brasileira a homologar seus produtos internacionalmente. Os macacões Corsa são fabricados em São Paulo com tecidos importados da Europa e aviamentos vindos do Japão e dos Estados Unidos.
 
Entre os clientes já constaram equipes como a Super Aguri, da F1, a Bettenhausen e Hogan Racing, da Indy, além de um incontável número de pilotos que conquistaram títulos no Brasil e no exterior. Os mais conhecidos são Tony Kanaan e Helio Castroneves, na Indy e na Indy 500, Felipe Giaffone, na Indy Lights, além de Cacá Bueno e Ingo Hoffmann, na Stock Car.
 
Em 1996, a Corsa iniciou parceria com a Pirelli e, em 2004, foi oficializada como revendedora oficial da marca para o segmento de competições. Atualmente, a empresa é fornecedora exclusiva de todos os principais campeonatos nacionais, como a Stock Car, Brasileiro de Turismo, F3, Mercedes-Benz Challenge, Brasileiro de Marcas e Porsche GT3 Cup. Nestes torneios, chega a operar a montagem e balanceamento de aproximadamente 1000 pneus por final de semana – o equivalente ao atendimento a uma frota de 250 carros de competição em apenas três dias.

Últimas Notícias
sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Truck
Kart
MotoGP
F1
F1
Truck
Kart
MotoGP
F1
F1
F1
Kart
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook