Outras
12/02/2017 09:07

Randle é terceiro em corrida decisiva e supera Pedro Piquet na briga por título do Toyota Racing Series

Thomas Randle tirou proveito de uma relargada ruim de Pedro Piquet, subiu para terceiro e conseguiu o resultado que precisava para ser campeão do Toyota Racing Series. Para o brasileiro, que fez um belo campeonato, restou o vice
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre
 
Pedro Piquet chegou muito perto, mas não foi capaz de derrotar Thomas Randle na briga pelo título do Toyota Racing Series. Líder do campeonato com um ponto de vantagem após o pódio na segunda corrida do final de semana em Manfeild, Piquet se viu preso atrás de Thomas Randle quando menos podia. O australiano, precisando apenas terminar na frente do brasileiro na madrugada deste domingo (12), cumpriu a missão e se sagrou campeão na Nova Zelândia.
 
Piquet chegou a pintar como franco favorito ao título. No início da terceira corrida, era segundo colocado, enquanto Randle era quarto. Acontece que a relargada de Pedro após um safety-car foi ruim, resultando na perda de duas posições em uma tacada só. O filho de Nelson teve quase 29 voltas para fazer a ultrapassagem que o daria o título, mas simplesmente não tinha ritmo para acompanhar os três primeiros, ficando preso em quarto. A prova foi vencida por Jehan Daruvala, que já não tinha chances matemáticas de ser campeão.
Thomas Randle, campeão do Toyota Racing Series (Foto: Reprodução/Twitter)

Assim, Piquet fica com o vice-campeonato do Toyota Racing Series, 5 pontos atrás do campeão Randle. Richard Verschoor, que também brigou diretamente pela taça, fechou em terceiro, 12 pontos atrás do campeão. Para Verschoor, fica o consolo de ser o melhor estreante do campeonato – Piquet e Randle já haviam disputado a edição de 2016.
 
O brasileiro Christian Hahn se envolveu em um acidente na corrida final, abandonando pela primeira vez no campeonato. Nada que mudasse a cotação do dólar: ao invés de fechar a temporada em 13º, Hahn foi 14º.
 
Depois da experiência positiva na Nova Zelândia, Piquet tem a missão de repetir a dose na Europa, onde decepcionou em 2016. O brasileiro chegou cheio de moral na F3 Europeia, consequência do bicampeonato na F3 Brasil, mas fechou a temporada apenas em 19º na classificação geral.
Últimas Notícias
terça-feira, 23 de maio de 2017
F1
F1
F1
MotoGP
F1
Indy
Indy
F1
F1
F2
Superbike
F1
Superbike
F1
F-E
Galerias de Imagens
Facebook