Rali
10/01/2017 17:35

Barreda leva Honda de volta à vitória nas motos no Dakar, mas Sunderland abre vantagem na liderança em Salta

Joan Barreda dominou a oitava etapa do Rali Dakar 2017, realizada em uma terça-feira bastante chuvosa entre Uyuni, na Bolívia, e Salta, já na Argentina. Juan Pedrero García apareceu bem no começo da especial, mas ficou para trás. Em contrapartida, Sam Sunderland foi bastante regular e sempre andou entre os primeiros, sendo o bastante não apenas para se manter, mas aumentar a vantagem na liderança do Dakar perante Pablo Quintanilla
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 
Sam Sunderland deu um passo importantíssimo para conquistar seu primeiro título no Rali Dakar. O britânico fez uma oitava especial da prova, nesta chuvosa terça-feira (10) entre Uyuni, na Bolívia, e Salta, já na volta da caravana à Argentina. Sem sustos e sem enfrentar grandes problemas durante as duas partes da especial, Sunderland garantiu um bom terceiro lugar na etapa, ficando atrás de Joan Barreda Bort, da Honda, vencedor da disputa entre as fronteiras, e Matthias Walkner, da KTM.
 
Barreda dominou praticamente toda a etapa, que teve dois trechos bem distintos, mas ambos marcados pela forte chuva e terrenos encharcados. No caminho até Salta, Barreda foi o melhor desde o começo. O espanhol abriu o encharcado trecho da especial, ainda em Uyuni, na Bolívia, em quarto lugar, mas desde então foi abrindo caminho para marcar o melhor tempo na primeira parte da especial, de 174 km, antes de passar para a fronteira entre Bolívia e Argentina. 
 
Em contrapartida, Ricky Brabec, que abriu o percurso pela manhã, enfrentou problemas e perdeu muito tempo, sobretudo na primeira parte da especial. Mas outros destaques faziam a diferença no trecho, como Juan Pedrero García, da Sherco, e Michel Metgé, da Honda, assim como Barreda. Matthias Walkner aparecia em quarto com a primeira KTM da classificação geral, enquanto Pela Renet fechava a lista dos cinco primeiros. 
Joan Barreda dominou a oitava etapa do Rali Dakar (Foto: Honda)
Sam Sunderland era o mais rápido dentre os três melhores colocados da classificação geral e vinha em sétimo na especial, enquanto o chileno Pablo Quintanilla figurava em nono.
 
A segunda parte da disputa, já em solo argentino, foi composta de 248 km de trecho cronometrado. O espanhol foi o mais rápido em todos os pontos de cronometragem e garantiu a vitória na especial que teve um total de 422 km cronometrados. Walkner se recuperou na segunda parte da prova, depois do trecho de neutralização, já do lado argentino da fronteira.
 
Sunderland disputou posição durante boa parte da especial com o francês Michael Metgé, da Honda, mas levou a melhor no fim da especial e garantiu o terceiro posto. Quem perdeu tempo em relação ao começo da prova foi Pedrero García. O espanhol perdeu a chance de figurar entre os três primeiros da etapa desta terça-feira e ficou para trás.
Sam Sunderland sustenta a liderança do Rali Dakar depois de oito etapas disputadas (Foto: Red Bull Content Pool)
No combinado das oito etapas do Dakar, Sunderland aumentou a vantagem para Pablo Quintanilla, chileno que foi o sexto melhor colocado da etapa desta terça-feira. O britânico tem 20min58s de vantagem para Quintanilla, enquanto Adrién Van Beveren, que vem mantendo um desempenho bastante regular neste Dakar, segue em terceiro, com 28min49s de atraso para o líder. Matthias Walkner e Gerard Farrés Guell, os dois da KTM, completam o rol dos cinco primeiros e estão muito próximos um do outro, apenas 10s. Walkner está 34min14s atrás de Sunderland, restando quatro etapas para o fim do Rali Dakar.
 
A nona especial do Rali Dakar será completamente disputada em solo argentino. Ao todo, serão 907 km de percurso entre Salta e Chilecito. Caso a programação original se mantenha, estão previstos 406 km de trecho cronometrado.

Casale domina etapa nos quadris, Vitse abandona e Karyakin segue líder
 
A batalha pelo título do Rali Dakar nos quadriciclos ainda está bastante aberta depois da etapa desta terça-feira. Sergey Karyakin continua na liderança da prova, mas agora passa a contar com outro concorrente de peso na briga pela vitória geral no Dakar: Ignacio Casale, que teve uma etapa perfeita entre Uyuni e Salta. Campeão do Dakar em 2014, o piloto da Yamaha esteve soberano em todas as especiais, não cometeu grandes erros e triunfou, se colocando com 5min39s de vantagem para o russo, que foi o segundo colocado da especial.
Ignacio Casale tenta levar o Chile à ponta do Dakar nos quadriciclos (Foto: Red Bull Content Pool)
Axel Dutrie, que começou o dia em terceiro lugar na classificação geral, foi também o terceiro na etapa entre as fronteiras de Argentina e Bolívia, com apenas 7min16s de atraso para Casale. Kees Koolen fechou o dia na quarta colocação da etapa, enquanto o argentino Pablo Copetti concluiu a relação dos cinco mais rápidos, à frente do paraguaio Nelson Sanabria e do também argentino Daniel Domaszewski.
 
A grande baixa do dia foi a saída de Simon Vitse do Rali Dakar. O francês, que chegou a liderar a competição e iniciou a etapa desta terça-feira em segundo no geral, com apenas 5min16s de atraso para Karyakin, teve de abandonar. Ainda pela manhã, o piloto enfrentou problemas com seu quadriciclo. Por se tratar da segunda ‘perna’ da etapa Maratona, apenas o competidor poderia mexer no veículo para fazer os reparos. Vitse tentou voltar à prova, mas no começo da tarde o Dakar se encerrou de vez para o aguerrido piloto gaulês.
 
Desta forma, Karyakin agora tem 6min57s de vantagem para Axel Dutrie na classificação geral, abrindo quase 2min em relação à última segunda-feira. Casale, por sua vez, encostou e agora está 10min19s atrás do russo. Definitivamente, são os três pilotos que aparecem com chances reais de título do Dakar. Copetti e Koolen fecham o top-5, mas estão mais de 2h atrás do líder da prova nos quadriciclos.
 

Rali Dakar 2017, oitava etapa, Motos:

1 11 JOAN BARREDA ESP HRC RALLY
CRF 450 RALLY HONDA
4:28:21  
2 16 MATTHIAS WALKNER AUS RED BULL KTM FACORY TEAM
450 RALLY REPLICA
KTM
4:32:12 00:03:51
3 14 SAM SUNDERLAND ING RED BULL KTM FACORY TEAM
450 RALLY REPLICA KTM
4:32:15 00:03:54
4 15 MICHAEL METGE FRA HRC RALLY
CRF 450 RALLY HONDA
4:32:46 00:04:25
5 12 JUAN PEDRERO GARCIA ESP SHERCO TVS
RTR 450
SHERCO TVS
4:34:21 00:06:00
6 17 PAULO GONÇALVES POR HRC RALLY
CRF 450 RALLY HONDA
4:35:27 00:07:06
7 3 PABLO QUINTANILLA CHI HUSQVARNA
FR 450 RALLY
HUSQVARNA
4:35:28 00:07:07
8 31 PIERRE ALEXANDRE RENET FRA ROCKSTAR ENERGY
HUSQVARNA
4:37:47 00:09:26
9 23 XAVIER DE SOULTRAIT FRA VILTAIS
YAMAHA
4:37:52 00:09:31
10 8 GERARD FARRES GUELL ESP HIMONSA
450 RALLY
KTM
4:38:03 00:09:42
 

Rali Dakar 2017, oitava etapa, quadriciclos: 

1 251 IGNACIO CASALE CHI XRAIDS
YAMAHA
5:26:46 #REF!
2 254 SERGEY KARYAKIN RUS TEAM AL DESERT
YAMAHA
5:32:25 00:05:39
3 280 AXEL DUTRIE FRA AL DESERT
YAMAHA
5:34:02 00:07:16
4 267 KEES KOOLEN HOL MAXXIS DAKAR
BARREN
05:37:44 00:10:58
5 263 PABLO COPETTI ARG MV DEVESA
YAMAHA
05:49:28 00:22:42
6 257 NELSON AUGUSTO SANABRIA GALEANO PAR SANABRIA
YAMAHA
05:50:02 00:23:16
7 258 DANIEL DOMASZEWSKI ARG MEC TEAM
HONDA
5:53:09 00:26:23
8 262 BRUNO DA COSTA POR LA COMPAIGNE DU LIT
YAMAHA
5:53:44 00:26:58
9 278 ALEXANDRE GIROUD FRA TEAM GIROUD
YAMAHA
05:53:54 00:27:08
10 250 RAFAL SONIK POL SONIK TEAM
YAMAHA
6:00:25 00:33:39

Últimas Notícias
quinta-feira, 25 de maio de 2017
Indy
MotoGP
Indy
Outras
MotoGP
F1
Indy
Indy
F1
MotoGP
Indy
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook