Rali
07/01/2017 07:07

Chuva forte na Bolívia leva organização do Dakar a cancelar etapa deste sábado entre Oruro e La Paz

A ASO, empresa que promove e organiza o Dakar, por meio do diretor esportivo, Marc Coma, tentou várias alternativas para realizar a etapa deste sábado, que seria a mais longa de toda a prova. Mas as condições climáticas na região de Oruro impediram a disputa da sexta especial do rali. Assim, pilotos, navegadores e equipes de apoio seguirão até La Paz por uma rodovia. Como há um dia de descanso previsto para domingo, o Dakar só será retomado na segunda-feira
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 
As fortes chuvas que atingem a Bolívia neste fim de semana levaram a organização do Dakar a cancelar a sexta etapa da prova, que seria realizada entre as cidades de Oruro e La Paz, capital do país, neste sábado (7). O mau tempo levou a ASO, empresa que promove e organiza a competição, a encurtar a quinta etapa, entre Tupiza e Oruro, na última sexta-feira, mas as condições climáticas não evoluíram, ao contrário. Assim, por medida de segurança, pilotos, navegadores e equipes de apoio vão se deslocar até La Paz por meio de uma rodovia asfaltada. A prova será retomada apenas na segunda-feira, uma vez que já havia para domingo a previsão de um dia de descanso, quando serão realizados eventos na capital boliviana.
 
O trecho cronometrado que os competidores percorreriam neste sábado seria o maior de toda a edição do Dakar em 2017. Carros, motos, quadriciclos e UTVs completariam 527 km, enquanto os caminhões chegariam a 513 km em um trecho duríssimo e marcado pela altitude, beirando os 4 mil metros.
As fortes chuvas na Bolívia impediram a realização da sexta etapa do Dakar neste sábado (Foto: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool)
A organização do Dakar buscou alternativas para realizar a etapa deste sábado, ainda que por um trecho alternativo. Durante briefing com os pilotos e navegadores na noite de sexta-feira, Marc Coma, lenda do Dakar e atual diretor esportivo da competição, afirmou que buscaria a melhor maneira de fazer acontecer a especial.
 
Segundo o plano do Dakar, foi considerada a possibilidade de os pilotos largarem mais tarde em relação ao horário previsto. Os competidores das motos, por exemplo, que largariam por volta das 4h (horário local, 6h pelo horário de Brasília), começariam a partir duas horas depois. Mas depois de analisar todas as condições, a organização da prova entendeu que não havia como realizar a etapa entre Oruro e La Paz.
 
Coma, em entrevista veiculada pela TV Pública, da Argentina, foi claro: “Fizemos todo o possível para correr, mas as condições climáticas tornaram impossível qualquer esforço”, declarou o ex-piloto espanhol.
 
Desta forma, pilotos, navegadores e equipes de apoio vão se deslocar por meio de uma rodovia entre Oruro e La Paz. Será um percurso bastante longo, ainda que seja bem menor que os mais de 700 km de trecho total que estavam previstos para a especial deste sábado. A primeira moto não deverá começar o deslocamento antes das 10h30 locais, 12h30, horário de Brasília.
 
 
 


Últimas Notícias
segunda-feira, 16 de outubro de 2017
MotoGP
Seletiva BR
Copa Grande Prêmio
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
MotoGP
F1
F1
MotoGP
Nascar
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook