Rali
25/01/2017 09:58

Com objetivo de promover turismo, Peru faz solicitação formal de inclusão no roteiro da edição 2018 do Rali Dakar

O ministro de Comércio Exterior e do Turismo, Eduardo Ferreyros anunciou na terça-feira (23) o interesse do governo de recolocar o Peru no roteiro do Rali Dakar. Governo vê na prova uma importante vitrine para promover o turismo
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Ministro do Comércio Exterior e do Turismo, Eduardo Ferreyros confirmou na terça-feira (23) o interesse do Peru em voltar a fazer parte do roteiro do Rali Dakar. O país vizinho foi palco da prova nas edições 2012 e 2013.
 
No último fim de semana, o jornalista José Valdeiglesias tinha publicado nas redes sociais um documento endereçado a Etienne Lavigne, chefe da ASO, a promotora do Dakar, assinado pelo primeiro-ministro Fernando Zavala em que o governo peruano solicitava a inclusão do país no Dakar de 2018.
Governo do Peru quer o Dakar de volta em 2018 (Foto: Divulgação)

Em uma coletiva de imprensa que contou com a participação do ministro da Cultura, Salvador Solar, do presidente do Instituto Peruano de Esportes, Óscar Fernández, e do piloto Nicolás Fuchs, Ferreyros confirmou a veracidade do documento e afirmou que a ideia é criar uma comissão multissetorial que vai trabalhar em contato direto com os organizadores do rali.
 
“Este comitê estará integrado pela Presidência do Conselho de Ministros, o Ministério de Comércio Exterior e Turismo, o Ministério da Cultura, o Ministério do Interior e o Instituto Peruano de Esportes (IPD)”, anunciou Ferreyros. “Para garantir o êxito da participação peruana, estamos anunciando com um ano de antecedência”, ressaltou.
 
De acordo com o ministro, o objetivo é usar o impacto internacional do Dakar para promover o turismo no Peru. 
 
“A ideia é nos expormos ao mundo diante de uma audiência importante. Calculamos que o evento terá uma transmissão aproximada de 1.200 horas em 190 países”, apontou. “Além disso, 40% da audiência interessada no evento corresponde a países asiáticos, o que coincide com a política do Mincetur de atrair turistas deste mercado”, explicou.
 
Ainda segundo o ministro, o governo calcula que a edição 2018 do Rali Dakar, terá um impacto econômico superior a US$ 300 milhões (cerca de R$ 951,4 milhões) em atividades como acomodações, alimentação e transportes, por exemplo. Além disso, o governo estima que a prova contará com 750 competidores, 40 deles peruanos.
 
“Estamos convencidos da importância deste evento para difundir a imagem do Peru no exterior e promover o turismo”, garantiu Ferreyros.
 
 
OS CAMPEÕES DO DAKAR: LEANDRO TORRES E LOURIVAL ROLDAN CONTAM TUDO SOBRE A CONQUISTA HISTÓRICA


Últimas Notícias
quarta-feira, 22 de março de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
Indy
Rali
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook