Rali
25/01/2017 09:58

Com objetivo de promover turismo, Peru faz solicitação formal de inclusão no roteiro da edição 2018 do Rali Dakar

O ministro de Comércio Exterior e do Turismo, Eduardo Ferreyros anunciou na terça-feira (23) o interesse do governo de recolocar o Peru no roteiro do Rali Dakar. Governo vê na prova uma importante vitrine para promover o turismo
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Ministro do Comércio Exterior e do Turismo, Eduardo Ferreyros confirmou na terça-feira (23) o interesse do Peru em voltar a fazer parte do roteiro do Rali Dakar. O país vizinho foi palco da prova nas edições 2012 e 2013.
 
No último fim de semana, o jornalista José Valdeiglesias tinha publicado nas redes sociais um documento endereçado a Etienne Lavigne, chefe da ASO, a promotora do Dakar, assinado pelo primeiro-ministro Fernando Zavala em que o governo peruano solicitava a inclusão do país no Dakar de 2018.
Governo do Peru quer o Dakar de volta em 2018 (Foto: Divulgação)

Em uma coletiva de imprensa que contou com a participação do ministro da Cultura, Salvador Solar, do presidente do Instituto Peruano de Esportes, Óscar Fernández, e do piloto Nicolás Fuchs, Ferreyros confirmou a veracidade do documento e afirmou que a ideia é criar uma comissão multissetorial que vai trabalhar em contato direto com os organizadores do rali.
 
“Este comitê estará integrado pela Presidência do Conselho de Ministros, o Ministério de Comércio Exterior e Turismo, o Ministério da Cultura, o Ministério do Interior e o Instituto Peruano de Esportes (IPD)”, anunciou Ferreyros. “Para garantir o êxito da participação peruana, estamos anunciando com um ano de antecedência”, ressaltou.
 
De acordo com o ministro, o objetivo é usar o impacto internacional do Dakar para promover o turismo no Peru. 
 
“A ideia é nos expormos ao mundo diante de uma audiência importante. Calculamos que o evento terá uma transmissão aproximada de 1.200 horas em 190 países”, apontou. “Além disso, 40% da audiência interessada no evento corresponde a países asiáticos, o que coincide com a política do Mincetur de atrair turistas deste mercado”, explicou.
 
Ainda segundo o ministro, o governo calcula que a edição 2018 do Rali Dakar, terá um impacto econômico superior a US$ 300 milhões (cerca de R$ 951,4 milhões) em atividades como acomodações, alimentação e transportes, por exemplo. Além disso, o governo estima que a prova contará com 750 competidores, 40 deles peruanos.
 
“Estamos convencidos da importância deste evento para difundir a imagem do Peru no exterior e promover o turismo”, garantiu Ferreyros.
 
 
OS CAMPEÕES DO DAKAR: LEANDRO TORRES E LOURIVAL ROLDAN CONTAM TUDO SOBRE A CONQUISTA HISTÓRICA



Últimas Notícias
domingo, 25 de junho de 2017
F1
sábado, 24 de junho de 2017
Indy
Indy
Nascar
Indy
Indy
MotoGP
F1
Indy
F1
World Series
F1
F1
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook