Rali
11/01/2017 15:18

Correndo atrás de trio da Peugeot, Roma minimiza interrupção do Dakar: “É só esporte. Drama é o que vive a população”

Quarto colocado na classificação geral do Rali Dakar, Nani Roma minimizou o cancelamento da nona etapa e lembrou o drama que vive a população por conta das forte chuvas na região de Jujuy. Prova foi interrompida por causa de enchentes e deslizamentos de terra
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Nani Roma minimizou o cancelamento da nona etapa do Rali Dakar. Quarto colocado na classificação, o piloto da Toyota se mostrou consciente da gravidade da situação na Argentina por conta das fortes chuvas.
 
A ASO, empresa que promove e organiza o Dakar, teve de cancelar a nona especial, que seria disputada nesta quarta-feira (11) entre Salta e Chilecito por conta da cheia do Río Grande e de um deslizamento de terra na cidade de Volcán, que acabou por impedir a passagem da caravana rumo ao acampamento.
Nani Roma minimizou o cancelamento da nona etapa do Rali Dakar (Foto: Red Bull Content Pool)

“É uma pena que não se possa celebrar a etapa, mas, no fim, isso é só esporte. Drama é o que vive a população, que perdeu suas casas e seus pertences”, disse Roma. 
 
A etapa desta quarta-feira foi a segunda do Dakar que teve de ser cancelada por conta do clima. Correndo atrás do trio da Peugeot, que domina o top-3 da classificação geral, com Sébastien Loeb, Stéphane Peterhansel e Cyril Despres aparecendo em um intervalo de 23min36s, Nani torceu para a sequência da competição e prometeu lutar pela vitória até o fim.
 
“Hoje nós teremos que fazer 900 km de carro para chegar até Chilecito, com a esperança de que amanhã possamos disputar a décima etapa”, comentou. “Cada dia que passa é um dia a menos para poder recuperar tempo, mas vamos tentar até o último dia”, concluiu.


Últimas Notícias
domingo, 23 de julho de 2017
Stock Car
Truck
Stock Car
Truck
Truck
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Nascar
Shell
F1
Brasileiro de Turismo
DTM
Truck
Truck
Galerias de Imagens
Facebook