Rali
08/01/2017 12:33

Peterhansel celebra liderança do Dakar, prevê desafios na segunda semana e elogia roteiro no “espírito do rali cross-country”

Líder da disputa entre os carros, Stéphane Peterhansel celebrou o topo da tabela, mesmo reconhecendo que não teve o melhor dos inícios no Rali Dakar. Multicampeão previu uma segunda semana desafiadora e elogiou o roteiro da prova
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
O Rali Dakar chegou à metade neste domingo (8), quando os competidores que seguem na disputa aproveitam um dia de descanso em La Paz, na Bolívia. Passadas as seis primeiras etapas da prova — uma delas cancelada por conta das condições climáticas —, Stéphane Peterhansel lidera a disputa entre os carros com 1min09s de vantagem para Sébastien Loeb. Completando a trinca da Peugeot, Cyril Despres aparece em terceiro, apenas 4min54s atrás do #300.
 
Depois de percorrer 4.036 km — 1.386 km deles de especiais —, Peterhansel fez um balanço positivo da prova, embora reconheça que cometeu erros aqui e ali.
Stéphane Peterhansel celebrou a liderança do Dakar mesmo com erros na primeira semana (Foto: Red Bull Content Pool)
“Não temos uma grande vantagem, mas é bom estar na frente, embora não possa evitar a sensação de que levei tempo demais para entrar no jogo”, disse Peterhansel. “Nós cometemos alguns erros de navegação”, seguiu.
 

“Felizmente, eles não nos custaram muito tempo e nós estamos na liderança geral apesar de uma primeira semana relativamente ruim”, celebrou.
 
Ainda, o 12 vezes campeão do Rali Dakar — seis nas motos e seis nos carros — elogiou o trajeto da prova, que avaliou ter um espírito mais próximo ao do rali cross-country do que aquele do ano passado. A edição de 2017 é a primeira a contar efetivamente com a marca de Marc Coma, que assumiu o posto de diretor-esportivo do rali em meados de 2015.
 
“Este ano, os estágios foram mais no espírito do rali cross-country do que no ano passado. Nós tivemos uma boa mistura e uma boa variedade”, elogiou. 
 
Na segunda-feira, os competidores retomam a disputa e ainda tem pela frente dias bastante longos e a etapa maratona.
 
“Espero ver mais dunas na próxima semana e uma navegação mais desafiadora, mas isso se adapta a nós. Espero que nosso carro continue assim confiável, porque não tivemos um único problema até aqui”, concluiu.

Últimas Notícias
sábado, 25 de março de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
sexta-feira, 24 de março de 2017
F1
F1
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
F-Inter
F1
Galerias de Imagens
Facebook