Rali
09/01/2017 08:45

Price revela que sofreu convulsão após acidente no Rali Dakar, mas fala em voltar a pilotar em quatro meses

Em recuperação na Bolívia após uma cirurgia para estabilizar uma fratura composta no fêmur da perna esquerda decorrente de um acidente no Rali Dakar, Toby Price revelou que teve uma convulsão durante sua internação em La Paz. Ainda no hospital, australiano falou em voltar a subir na KTM dentro de quatro meses
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Campeão vigente do Rali Dakar entre as motos, Toby Price segue internado em um hospital em La Paz, na Bolívia, se recuperando de um acidente sofrido no último dia 5, durante o estágio disputando entre San Salvador de Jujuy, na Argentina, e Tupiza, na Bolívia. 
 
 
Na noite de domingo (8), Price postou em seu site um relato do acidente e contou que não se lembra exatamente do que aconteceu, mas acredita ter atingido uma pedra antes de ser arremessado da 450 Rally Replica.
Toby Price falou em voltar a pilotar em quatro meses (Foto: Eric Vargiolu/DPPI)
“Tudo que me lembro é bater em alguma coisa dura, em um leito de rio, tenho certeza de que foi uma pedra”, contou Price. “A última coisa que me lembro é estar de cara para o chão depois de voar pelo ar e ver as pedras abaixo de mim passando bem rápido. Eu pousei e fiquei um pouco confuso por um tempo, não tenho certeza quanto, mas algumas pessoas vieram correndo e basicamente me ajudaram e checaram se eu estava bem. Eu me lembro de ver Paulo Gonçalves em cima de mim fazendo o mesmo”, seguiu. 
 

“Não tenho certeza quanto tempo o helicóptero demorou a chegar até mim, mas eu já sabia que tinha quebrado a minha perna”, falou. “Começou a doer e eu não conseguia mover a minha perna, então foi uma viagem de helicóptero até a base do estágio, uma viagem de avião até La Paz e aí de ambulância, mas a estrada foi tão dura que eu tive de ser amarrado e tomar outra injeção. E isso é tudo que eu me lembro. Este é só um pequeno obstáculo na estrada com uma perna quebrada, mas vamos começar outra vez e tudo ficará bem”, garantiu.
 
Se recuperando de uma cirurgia para estabilizar o fêmur quebrado em quatro partes, Toby contou que viveu dias difíceis no hospital em La Paz, já que, além da barreira do idioma, também levou um susto com uma convulsão.
 
“Tive algumas noites duras aqui em La Paz. A barreira da linguagem foi extremamente desafiadora e eu tive uma convulsão que me abalou um pouco, mas os especialistas estão trabalhando duro para encontrar a razão disso e eles suspeitam que seja por conta de um coágulo de sangue no meu pulmão”, afirmou. “Dito isto, alguns amigos australianos que estavam viajando com o Dakar que foram gentis em fazer uma visita, o time também me visitou ontem e foi incrível da parte deles”, seguiu.
 
“O plano é me colocar de pé nas próximas 24 horas e dar uma volta. Se tudo correr bem, podemos começar a planejar a viagem de volta à Austrália e minha reabilitação”, detalhou. 
 
Mesmo no hospital, Price já faz planos de voltar a pilotar e fala em uma reabilitação rápida. Normalmente, a recuperação completa de uma fratura de fêmur exige de quatro a seis meses.
 
“Vai ser um longo caminho até estar 100%, mas uma coisa é certa: sei que preciso estar de volta à moto da KTM em quatro meses, então vou fazer tudo que puder para fazer isso acontecer”, garantiu.
 
Por fim, o australiano agradeceu o apoio que tem recebido desde o acidente na Bolívia.
 
“Um enorme obrigado a todos os meus parceiros, fãs, amigos, familiares e à minha durona equipe na Austrália e ao redor do mundo. Vocês têm feito meus dias voarem e o apoio de todos têm sido incrível”, concluiu.

Últimas Notícias
segunda-feira, 9 de janeiro de 2017
Rali
F1
Rali
F1
domingo, 8 de janeiro de 2017
Rali
Rali
Rali
Rali
F1
Rali
F1
Rali
MotoGP
F1
Rali
Galerias de Imagens
Facebook