Red Bull Kart Fight
10/12/2012 20:39

Japonês de apenas 13 anos vence final mundial do Red Bull Kart Fight. Konrad termina em quarto

Shinji Sawada deixou adversários muito mais velhos para trás para conquistar o título mundial do Red Bull Kart Fight. O brasileiro Fábio Konrad fez uma boa corrida de recuperação e fechou no quarto lugar
Warm Up
FELIPE GIACOMELLI, de São Paulo

Na final mundial do Red Bull Kart Fight, experiência definitivamente não foi importante. Com apenas 13 anos de idade, o japonês Shinji Sawada conquistou o título da competição, no último domingo (9), em Bolonha, na Itália. O brasileiro Fábio Konrad terminou com a quarta colocação.

Para ficar com a vitória, Sawada precisou vencer um emocionante duelo com o russo Vasily Rozhkov, dez anos mais velho que o representante nipônico. Os dois pilotos chegaram a se tocar algumas vezes na última volta, com o adolescente asiático recebendo a bandeira quadriculada na frente. O croata Ivan Visak completou o pódio.

Shinji Sawada venceu o Red Bull Kart Fight World Final (Foto: Olaf Pignataro e Marco Campelli / Red Bull Content Pool)

Após a prova, Shinji celebrou o título e destacou o alto nível da competição. “Não acredito! Estou realmente sem palavras”, disse o piloto. “Foi uma corrida muito difícil. O russo era muito rápido, assim como muitos outros pilotos. Tivemos uma grande disputa o tempo todo e, na última volta, nos tocamos algumas vezes. Foi muito apertado, mas consegui pular à frente na penúltima curva para receber a bandeira quadriculada”, completou.

O nipônico ainda se disse muito contente em poder ter conhecido os astros patrocinados pela Red Bull. “Não é só pela corrida. Foi minha primeira viagem para fora do Japão, então tudo é novo. Ter a oportunidade de conhecer lendas como Sebastian Loeb e David Coulthard é muito especial, mas ainda mais especial foi o Carlos Sainz Jr., que me ajudou muito com vários conselhos sobre a minha pilotagem. Não poderia ser melhor”, afirmou.

Fábio Konrad correu com o kart número 13 na Itália (Foto: Olaf Pignataro e Marco Campelli / Red Bull Content Pool)

O brasileiro Fábio Konrad, por sua vez, completou a prova na quarta colocação. Após largar em sexto, o piloto caiu para a oitava posição, mas conseguiu fazer uma boa corrida de recuperação, chegando a andar em terceiro. Apesar disso, acabou superado por Visak, terminando apenas 0s2 fora do pódio.

“Que corrida incrível. Larguei em sexto, mas cai para oitavo no começo e tive de vir recuperando. A três voltas do fim, assumi a terceira colocação, mas depois foi superado. Tive a sensação de que o Ivan foi um pouco duro comigo, mas corridas são assim, e o japonês e o russo estavam bem à frente da gente. Eles foram os mais rápidos durante as corridas e merecem todos os créditos”, disse Konrad.

Mirko Laurito (Itália), Vladislav Shendryk (Ucrânia), Joe Robin Richardson (Reino Unido), Tiago Teixeira (Portugal), Pablo Villasenor Inda (México) e Adeeb Kuzbar (Bahrein) completaram o grupo dos dez primeiros.

Últimas Notícias
sábado, 25 de março de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
sexta-feira, 24 de março de 2017
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook