Seletiva BR
26/10/2016 16:43

Para testar pilotos em condições iguais, final da Seletiva de Kart Petrobras adota formato único

A Seletiva de Kart Petrobras busca testar diversas habilidades de um piloto. Assim, a decisão da disputa conta com uma fórmula única: “Mostra quão talentoso o piloto é”
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre
Uma das características da final da Seletiva de Kart Petrobras é seu regulamento único. Por conta do objetivo de revelar talentos sem interferência da parte econômica ou técnica, todo o equipamento é fornecido pela organização. Testes e equalizações são realizados para garantir que os karts tenham as menores diferenças possíveis, não afetando o resultado final.
 
O evento conta com três tomadas de tempo, valendo pontos, e cada uma delas tem a finalidade de destacar pelo menos um fundamento importante para os pilotos. A primeira conta com os 12 kartistas divididos em seis grupos de dois, sendo que os pilotos de cada grupo utilizam o mesmo kart. Essa primeira sessão terá cinco minutos de duração, e o piloto que fizer o melhor tempo do grupo marca seis pontos. O que fizer o pior, três.
 
Na segunda tomada, todos os 12 finalistas utilizam o mesmo kart para dar uma única volta lançada cada. O vencedor da sessão faz seis pontos; o segundo, quatro; o terceiro, três. Assim segue, em ordem decrescente.
Seletiva de Kart (Foto: Flavio Quick)

Na terceira, novamente são formadas seis duplas. Os pilotos entram na pista para seis voltas cronometradas, e o que as completar em menos tempo soma mais seis pontos. O outro, três.
 
“Chegamos a esta fórmula, pois acreditamos que ela mostra o quanto um piloto é talentoso ou não. Quando ele tem uma tomada com apenas uma volta cronometrada precisa ser frio, pois não há chances para erros. Na tomada com seis voltas, a constância é o mais importante. E na tomada com cinco voltas, ele pode parar nos boxes para ajustar o kart, então precisa mostrar conhecimento técnico. Ou seja, eles são testados em diferentes situações”, explica Binho Carcasci, idealizador da Seletiva de Kart Petrobras.
 
A pontuação nas três tomadas formará o grid para a primeira eliminatória. O evento ainda vai ter a segunda eliminatória – com dois pilotos já eliminados – e depois as duas baterias finais. 
 
Na 1ª eliminatória, os pilotos são divididos em grupos de quatro. O último colocado de cada um vai para uma repescagem e só o vencedor avança.
 
A 2ª bateria eliminatória tem dois grupos de cinco pilotos, nas quais avançam os dois melhores de cada grupo. Dos outros seis, o que tiver a maior pontuação também passa. Os outros cinco disputam outra repescagem, e só o melhor chega à final.
 
Na fase final, apenas seis pilotos seguem na briga. Em todas as corridas, os pilotos vão somando pontos. Será declarado vencedor da Seletiva de Kart Petrobras 2016, o piloto que ao final das três sessões de tomada de tempo, das provas eliminatórias e das baterias finais houver obtido o maior número de pontos.
Últimas Notícias
quarta-feira, 22 de março de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
Indy
Rali
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook