Stock Car
11/12/2016 11:17

Aos 21 anos, Fraga quebra recorde de Losacco e vira campeão mais jovem da história da Stock Car

Expoente de uma geração de novos pilotos da Stock Car, Felipe Fraga quebrou o recorde de campeão mais jovem com muita folga. Aos 21 anos, o piloto da Cimed destronou Giuliano Losacco, campeão aos 27 na temporada 2004
Warm Up
VITOR FAZIO, de Porto Alegre
 

Felipe Fraga quebrou barreiras neste domingo (11). Ao terminar em décimo na última corrida da temporada 2016 da Stock Car, o piloto paraense conseguiu a pontuação necessária para superar Rubens Barrichello e conquistar o primeiro título no certame brasileiro. Mas o significado da conquista é mais extenso do que se percebe em um primeiro momento: Fraga acaba de se tornar o campeão mais jovem da história do campeonato – e com larga margem.
 
Até este final de semana o recordista era Giuliano Losacco. O paulista levantou a taça em 2004 com 27 anos, 8 meses e 15 dias de idade. Fraga, por sua vez, é o campeão de 2016 aos 21 anos, 5 meses e 9 dias de idade. Sim, o recorde foi implodido – é o primeiro campeão verdadeiramente jovem da história da Stock Car.
 
O feito de Fraga é consequência direta de uma carreira meteórica. Depois de abandonar o kartismo em 2011, uma série de fatores permitiu que o jovem piloto ganhasse terreno no automobilismo brasileiro.
 
Ao contrário de muitos, Fraga não ficou insistindo no automobilismo europeu. Depois de uma temporada razoável na F-Renault Alps em 2012, onde foi nono, Felipe regressou ao Brasil. A passagem relâmpago por carros de fórmula havia acabado, e Felipe focaria no turismo.
Felipe Fraga (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Em 2013, Fraga se mandou para o Brasileiro de Turismo. Aos 18 anos, o paraense já estava começando a escalada das categorias nacionais. E escalando com estilo: depois de quatro vitórias em nove corridas, Felipe derrotou Marco Cozzi por apenas um ponto de diferença.
 
O título serviu para assinar com a Vogel para 2014. Ao lado de Luciano Burti, Fraga teria uma boa base para crescer na Stock Car. E isso aconteceu rapidamente: já na Corrida de Duplas em Interlagos, a primeira do ano, Felipe venceu. Aos 18 anos, era o vencedor mais jovem da categoria – quebra de recorde não é coisa de hoje. Fraga também venceu a corrida 1 em Goiânia, fechando o ano em 15º.
 
Em 2015, já na Cimed, Fraga seguiu seu crescimento, mas talvez não no ritmo esperado. O jovem piloto ficou na sombra do campeão Marcos Gomes, terminando o ano em nono.
 
Mas é inegável que 2015 teve sua importância. Estava formada a base daquele piloto que simplesmente dominaria em 2016.
 
Já familiarizado com a Cimed, Fraga teve um crescimento exponencial de rendimento. Colocou Gomes no bolso e virou líder da equipe mais forte da categoria. As vitórias categóricas e os poucos abandonos trouxeram um título merecido.
 
Mesmo depois de quebrar o recorde de campeão mais jovem, Fraga ainda tem um belo caminho pela frente como caçula da Stock Car. Destoando da experiência de seus principais concorrentes, Felipe pinta como grande nome de sua geração. Depois de décadas com veteranos triunfando, uma galera mais jovem parece capaz de mudar o jogo.


Últimas Notícias
terça-feira, 21 de novembro de 2017
F1
F1
F1
Warm Up
MotoGP
F1
segunda-feira, 20 de novembro de 2017
F1
F1
MotoGP
Endurance
F-E
F1
F1
MotoGP
Nascar
Galerias de Imagens
Facebook