Stock Car
22/09/2017 11:22

Camilo entra com recurso contra punição por acidente em Londrina e corre na Argentina com efeito suspensivo

Considerado culpado pelo acidente na largada da segunda corrida em Londrina, Thiago Camilo entrou com recurso contra a punição que recebeu dos comissários e obteve da Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva da CBA um efeito suspensivo. Assim, o piloto corre normalmente a etapa de Buenos Aires
Warm Up
Redação GP, de Curitiba

Thiago Camilo entrou com recurso nesta semana contra a punição que recebeu pelo acidente na largada da corrida 2 da Stock Car em Londrina e obteve um efeito suspensivo. Assim sendo, o piloto de 33 anos não vai precisar cumprir a sanção na etapa de Bueno Aires, que dizia que Camilo deveria largar da última posição do grid na prova 1. 
 
Na verdade, o vice-líder do campeonato tomou uma punição dupla por ter sido considerado culpado pela confusão no início da segunda corrida da etapa paranaense, realizada em 10 de setembro. Os comissários da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) decidiram, então, desclassificar o piloto daquela prova e aplicar uma sanção para a rodada portenha, que acontece em outubro.
 
Camilo se envolveu em um acidente que também vitimou Daniel Serra, Ricardo Maurício e Márcio Campos. Max Wilson participou do incidente, mas foi capaz de seguir na corrida por mais 12 voltas. Já os demais abandonaram na sequência.
Confusão marcou o começo da corrida 2 em Londrina (Foto: Reprodução)
No começo desta semana, uma nota publicada pela Stock Car afirmava que tomou a decisão de punir Thiago veio por meio da análise de vídeos do incidente.
 
Agora, a Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva da CBA, por meio da relatora Dra. Darlene Bello da Silva Said, acolheu o recurso do piloto e concedeu efeito suspensivo à punição aplicada. Dessa maneira, o paulista vai disputar normalmente a etapa argentina e a punição só será cumprida depois do julgamento final do recurso, caso a culpa seja mantida.     
 

“Na hora que as luzes apagaram eu estava acelerando e o Rubinho (Barrichello), que estava à minha frente, freando. Tive que tirar o carro para o lado para não bater nele e depois houve um toque com o Max Wilson que me fez rodar”, explicou Camilo ainda em Londrina.

A desclassificação em Londrina não afeta a vida de Camilo na briga pelo título. Sem sequer completar a primeira volta na corrida 2, o piloto não pontuou. A vitória na corrida 1, por sua vez, segue de pé e deixa Thiago na vice-liderança, 13 pontos atrás do líder Daniel Serra.
 
A etapa de Buenos Aires da Stock Car está marcada para 1º de outubro. A corrida acontece no tradicional autódromo Juan y Oscar Gálvez, que já recebeu a F1 em 21 oportunidades.
’SOLDADINHO’ DA PENSKE?

CASTRONEVES TEM FALTA DE TÍTULO COMO MANCHA NA CARREIRA  
 

Últimas Notícias
segunda-feira, 23 de outubro de 2017
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
F1
F1
Nascar
F1
F1
Nascar
F1
Galerias de Imagens
Facebook