Stock Car
29/11/2014 17:01

Líder do campeonato, Barrichello conquista pole em Curitiba e dá passo importante ao título da Stock Car

Rubens Barrichello conseguiu dar um passo importante rumo ao título da Stock Car neste sábado (29). O líder do campeonato vai largar na pole na decisiva etapa do campeonato, tendo ao lado Daniel Serra. Cacá Bueno sai em terceiro
Warm Up
EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
Rubens Barrichello conquistou uma vantagem importante na luta pelo título em Curitiba. O piloto da Full Time voou na parte final da classificação deste sábado (29) e vai sair na pole pela segunda vez na temporada 2014. Daniel Serra vai dividir com o veterano a primeira fila. Entre os rivais diretos pela taça, os mais próximos são Cacá Bueno, que sai em terceiro. O vice-líder Átila Abreu obteve a quarta posição, logo à frente de Thiago Camilo. Também na briga, Allam Khodair será o sétimo colocado.

 Você acredita no título de Barrichello neste domingo? Opine
 
Confira como foi a classificação da Stock car neste sábado em Curitiba

O primeiro grupo para fase inicial da classificação desta tarde de sábado (29) em Curitiba foi à pista puxado por Sergio Jimenez, um dos oito postulantes ao título. Mas os primeiros movimentos ainda mostravam tempos altos. O próprio Jimenez começou sua jornada ainda com 1min22s638. Mas logo foi superado por Felipe Fraga, Raphael Matos e Valdeno Brito. Destes, apenas o jovem piloto da Vogel estava em 1min19s587 - apesar de um susto com uma escapada. Só esses tempos logo também caíram.
Rubens Barrichello comemora pole em Curitiba na etapa decisiva da Stock Car (Foto: Carsten Horst/Hyset)
O vice-líder do campeonato, Átila Abreu, surgiu nos minutos finais muito forte e aí não demorou a entrar na casa de 1min18s699. Daniel Serra se colocou logo em segundo, a 0s115 do sorocabano. Ricardo Maurício também apareceu rápido e foi para terceiro, 0s159 atrás do líder.

Aí vieram os quatro candidatos à taça: Cacá Bueno, Thiago Camilo, Rubens Barrichello e Allam Khodair - este último conseguiu dar cinco voltas, na tentativa de escalar o pelotão. Os demais usaram apenas três giros para conseguir os tempos.

Marcos Gomes se classificou em oitavo, uma posição melhor que Valdeno Brito. Também na briga pelo campeonato, Júlio Campos ainda se garantiu em décimo e ficou no limite da degola. Também candidatos, Sergio Jimenez e Antônio Pizzonia ficaram de fora da disputa pela fase final da classificação.
Átila Abreu liderou a primeira parte da classificação (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Dois minutos depois, o grupo 2 teve permissão para vir à pista. E ninguém esperou. As primeiras voltas viram tempos muito altos, na casa de 1min20s. Mas aí Rafael Suzuki e Galid Osman começaram a despontar do restante, trazendo junto Nonô Figueiredo. Os três já rodavam em 1min19s485 e a diferença entre eles era de menos de um décimo. Na classificação geral, o trio ocupava o 14º, 15º e o 16º lugares, respectivamente.

Quando a sessão se aproximava do fim, Luciano Burti encaixou uma volta muito veloz em 1min19s053, saltando para sexto. Felipe Lapenna veio no embalo e obteve o décimo posto, o que empurrou Campos para 12º, onde permaneceu até o fim e de onde vai largar neste domingo.

No fim, os tempos não melhoraram. Assim sendo, a lista da superpole para a disputa da pole ficou assim: Átila, Serrinha, Maurício, Cacá, Camilo, Burtin, Barrcihello, Khodair, Marcos Gomes e Lapenna.

No grid, então, Jimenez foi o pior classificado entre os postulantes ao título. O paulista vai sair apenas da 15ª colocação. Pizzonia ficou em 14º.

As imagens da Stock Car em Curitiba


O Q2 decisivo começou morno. Isso porque os pilotos demoraram em deixar as garagens. Na verdade, os primeiros carros saíram já com menos de seis minutos para o fim. E coube ao jovem Felipe Lapenna inaugurar a tabela, com 1min20s990. Aí Átila veio já em 1min18s891. Thiago Camilo passou um tantinho mais veloz, com 1min18s846. Mas aí Barrichello cravou 1min18s827 e pulou para primeiro.

Mas ainda havia mais. E por parte do próprio Barrichello. O paulista de 42 anos acertou uma volta voadora e cravou 1min18s695. E esse foi o giro da pole - a segunda em 2014.

Daniel Serra ainda se colocou em segundo, com uma marca apenas 0s025 mais lenta que a de Rubens. Cacá ficou em terceiro, com Átila em quarto. Thiago Camilo ainda garantiu o quinto posto. Ricardo Maurício será o sexto no grid, à frente de Allam Khodair, Luciano Burti, Marcos Gomes e Lapenna. 

A corrida final e decisiva da Stock Car está marcada para as 10h30 (de Brasília) neste domingo. O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' a etapa decisiva da Stock Car em Curitiba com a repórter Evelyn Guimarães.

Stock Car, etapa de Curitiba, grid de largada:
 
1   RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME Chevrolet   1:18.695
2   DANIEL SERRA SP RED BULL Chevrolet   1:18.720
3   CACÁ BUENO RJ RED BULL Chevrolet   1:18.792
4   ÁTILA ABREU SP AMG Chevrolet   1:18.825
5   THIAGO CAMILO SP RCM Chevrolet   1:18.846
6   RICARDO MAURÍCIO SP RC Chevrolet   1:19.100
7   ALLAM KHODAIR SP FULL TIME Chevrolet   1:19.157
8   LUCIANO BURTI SP VOGEL Chevrolet   1:19.248
9   MARCOS GOMES SP CARLOS ALVES Peugeot   1:19.286
10   FELIPE LAPENNA SP HOT CAR Chevrolet   1:19.441
11   VALDENO BRITO PB WA MATTHEIS Chevrolet   1:19.221
12   JÚLIO CAMPOS PR MICO'S Peugeot   1:19.246
13   RICARDO ZONTA PR RZ Chevrolet   1:19.312
14   ANTONIO PIZZONIA AM MICO'S Peugeot   1:19.372
15   SÉRGIO JIMENEZ SP VOXX Peugeot   1:19.414
16   GALID OSMAN SP RCM Chevrolet   1:19.479
17   RAFAEL SUZUKI SP PRO GP Chevrolet   1:19.485
18   NONÔ FIGUEIREDO SP AMG Chevrolet   1:19.503
19   POPÓ BUENO RJ WA MATTHEIS Chevrolet   1:19.538
20   TUKA ROCHA RJ RZ Chevrolet   1:19.543
21   FELIPE FRAGA PA VOGEL Chevrolet   1:19.587
22   MAX WILSON SP RC Chevrolet   1:19.624
23   LUCAS FORESTI SP BASSANI   1:19.645
24   RAPHAEL MATOS MG HOT CAR Chevrolet   1:19.682
25   BIA FIGUEIREDO SP PRO GP Chevrolet   1:19.705
26   FÁBIO FOGAÇA SP CARLOS ALVES Peugeot   1:19.705
27   DIEGO NUNES SP C2 Chevrolet   1:19.761
28   VITOR GENZ RS BOETTGER Peugeot   1:19.775
29   GABRIEL CASAGRANDE PR C2 Chevrolet   1:19.890
30   ALCEU FELDMANN SP HANIER Peugeot   1:20.249
31   BETO CAVALEIRO SP HANIER Peugeot   1:20.877
32   FELIPE TOZZO SC BOETTGER Peugeot   1:20.964
33   DENIS NAVARRO SP VOXX Peugeot   1:25.126
IL PRIMO GIORNO

Sebastian Vettel teve, enfim, seu primeiro contato com uma Ferrari. Neste sábado (29), o alemão guiou um carro da equipe italiana pela primeira vez no circuito de Fiorano. O tetracampeão pilotou a F2012, que deu o vice-campeonato a Fernando Alonso em 2012. As regras da F1 não permitem testes com um carro atual.
 
No início desta semana aconteceram os testes de Abu Dhabi, mas a Red Bull vetou a participação de Vettel com a adversária Ferrari. O contrato da equipe com o alemão se encerraria cinco dias após o GP de Abu Dhabi, no último final de semana. 

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO.
"NÃO MUDARIA NADA"

O fato de ter vencido o último título há 23 anos não incomoda nem um pouco Rubens Barrichello. Dono de um currículo expressivo no automobilismo mundial, com destaque para as 19 temporadas na F1 e o recorde de GPs disputados na maior das categorias, o piloto da Full Time agora chega a Curitiba, para etapa final da Stock Car, na condição de favorito ao título. A experiência o faz encarar a prova com calma e também dá o tom do momento feliz que o paulista vive.
 
Em entrevista no paddock da pista paranaense, Barrichello tentou explicar o que sente quando perguntando pelo GRANDE PRÊMIO sobre o hiato de títulos. “Todo mundo está falando dessa coisa dos 23 anos. Mas no ano passado eu ganhei as 500 Milhas de Kart, eu fui campeão. E ninguém lembra disso... Se não tem tanta importância, os oito títulos que a gente tem nas 500 Milhas de Kart, todo mundo daria tudo para ter”, disse.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO.
EMMO VOLTOU

Emerson Fittipaldi, pela primeira vez em mais de duas décadas, participou de uma sessão oficial de uma competição internacional. E foi de Ferrari, um sonho que ele sempre teve, mas nunca teve a chance de fazê-lo na F1. Neste fim de semana, em Interlagos, ele disputa as 6 Horas de São Paulo com um modelo F458 da AF Corse. Encerrado o primeiro dia de treinos, estava encantado: “Muito legal. Espetacular. O carro é muito bacana.”
 
De dentro dos boxes, o GRANDE PRÊMIO acompanhou a participação de Fittipaldi no segundo treino livre desta sexta, sessão que começou com o filho mais novo extremamente ansioso.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO.


Últimas Notícias
quinta-feira, 21 de setembro de 2017
Indy
MotoGP
Superbike
F1
MotoGP
F-E
MotoGP
MotoGP
Nascar
F1
MotoGP
F-E
F1
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook