Stock Car
18/10/2017 13:15

TMG/Shell Racing encara desafiadora décima etapa da Stock Car em Tarumã com expectativa de lutar por vitórias

Mesmo tendo pela frente o asfalto mais abrasivo do Brasil, a TMG/Shell Racing acredita que o carro pode render bem em condições exigentes neste fim de semana em Viamão, no Rio Grande do Sul. Átila Abreu segue na luta pelo título, mas como está 55 pontos atrás do líder, sabe que é ‘tudo ou nada’ a partir de agora. E Ricardo Zonta, dono de duas vitórias nesta temporada, almeja voltar ao rol dos primeiros para retomar lugar no top-10 do campeonato, que entra em sua reta final
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

A décima e antepenúltima etapa da temporada 2017 da Stock Car promete ser outro grande desafio para os pilotos do grid. Depois da difícil etapa de Buenos Aires, no começo de outubro, o palco da rodada dupla deste fim de semana é o Autódromo de Tarumã, localizado em Viamão, próximo a Porto Alegre. A pista é conhecida pela sua característica de alta velocidade, em que pese a chicane localizada na curva 3. Mas outros fatores que sempre preocupam os competidores e seus engenheiros é o alto consumo de combustível e também a elevada abrasividade do asfalto, o que proporciona um acentuado desgaste dos pneus. E, para completar, ainda há previsão de chuva para sábado e domingo (21 e 22 de outubro). Ainda assim, a expectativa da TMG/Shell Racing para a rodada dupla é de lutar por vitórias em Tarumã.
 
“É mais uma pista de consumo alto de pneus, e também um consumo alto de combustível. Acreditamos que a estratégia seja bem dividida, ou seja, quem priorizar a primeira corrida não vai estar bem na segunda, e muitos que já não têm chance no campeonato vão largar lá atrás para priorizar a segunda corrida, além de guardar pneu e pushes e abastecer o máximo possível na primeira prova”, explicou Thiago Meneghel, chefe da TMG/Shell Racing.
 
“Dificilmente vai ter um grande pontuador ou alguém que consiga pódios nas duas corridas. Logicamente que há uma chance de chuva. Lá costuma ter muitas entradas de safety-car em razão das poucas áreas de escape, então podem surgir imprevistos. É uma pista que favorece o nosso carro, tradicionalmente temos uma boa performance lá. Esperamos de novo brigar pela vitória, com o Átila tentando descontar pontos na briga pelo campeonato e com o Zonta buscando mais alguma vitória. Além disso, também somar pontos no campeonato de equipes”, afirmou o líder do time que ocupa hoje o terceiro lugar do campeonato, com 323 pontos, apenas 20 atrás da Cimed, vice-líder.
Mesmo com alto desgaste de pneus em Tarumã, Átila aposta em boa performance (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)
A dupla da equipe chefiada por Meneghel já venceu três vezes em 2017: Ricardo Zonta triunfou em Goiânia e também em Londrina, as duas na corrida 2. Átila Abreu triunfou no Velo Città, também na segunda prova da rodada dupla. O sorocabano segue na briga pelo título e ocupa o quarto lugar. No entanto, a diferença de 55 pontos em relação ao líder do campeonato, Daniel Serra, faz com que a etapa de Tarumã seja encarada como uma decisão.
 
“Já não é mais uma diferença confortável para tirar nas provas restantes. Estamos num momento em que precisaremos de uma dose extra de ousadia, seja no acerto do carro, na estratégia e mesmo nas disputas de pista. Nessa altura do campeonato, não adianta mais apenas acompanhar os líderes, mas sim superá-los para descontar essa diferença e, para isso, temos de fazer algo diferente deles”, explicou o #51.
 
Neste fim de semana, tanto Átila quanto Zonta estão entre os elegíveis para a votação do ‘Hero Push’, onde o fã da Stock Car pode entregar ao seu piloto preferido um botão de ultrapassagem extra para usar na corrida 2. A votação pode ser feita por meio do site oficial da Stock Car e terá seu resultado anunciado pouco antes da segunda prova da etapa de Tarumã.
Assim como Átila, Ricardo Zonta também é um dos elegíveis para a votação do Hero Push (Foto: José Mário Dias)
Mesmo bastante exigente, o traçado gaúcho reúne características que favorecem os carros da TMG/Shell Racing. “A pista gasta bastante pneu, e nosso carro costuma se dar bem nessas condições, até melhor com pneus desgastados em relação aos nossos concorrentes, o que me deixa bastante otimista”, explicou Átila, ainda preocupado com o ritmo do carro em volta lançada.
 
“Precisamos extrair algo mais com pneus zero para largar na frente e somar bons pontos nas primeiras baterias, tanto agora em Tarumã quanto em Goiânia, na última rodada antes da final”, comentou o piloto.
 
O palco da prova deste fim de semana é bastante apreciado por Zonta, que alertou para o desgaste de pneus. Afinal, cada piloto recebe seis pneus para usar em todo o fim de semana. “Tarumã é uma pista que eu gosto bastante, com diversas curvas de alta velocidade, como as duas primeiras e a que dá acesso à reta dos boxes. É claro que o equilíbrio e aderência são importantes, mas no caso específico dessa pista é preciso um acerto que evite o desgaste de pneus, já que o asfalto come muito a borracha e são duas corridas”, afirmou o curitibano.
Expectativa da TMG/Shell Racing é de lutar por vitórias na rodada dupla de Tarumã (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)
“Não é uma pista fácil de se ultrapassar, então estar bem colocado no grid de largada é muito importante também", acrescentou Zonta, que pediu aquela ajuda bem-vinda do público da Stock Car. “Conto com o voto dos fãs para conseguir um disparo extra do push na segunda prova”, complementou.
 

Uma das novidades para este fim de semana foi explicada por Átila. “Este ano, a chicane da curva 3 foi modificada para evitar mais acidentes, e vamos ter de nos adaptar nos treinos para tentar tirar proveito dela”, disse. O trecho teve mudanças para aumentar o espaço de manobra dos pilotos para evitar os toques ocorridos nas últimas provas no traçado de Viamão.
 
A programação do fim de semana em Tarumã reserva uma peculiaridade: Ao invés dos habituais dois treinos livres (uma de 60 minutos para cada grupo e outra de 40), o cronograma compreende três treinos livres de 30 minutos para cada um dos grupos de pilotos. A primeira sessão está marcada para 10h40 de sexta-feira, com os pilotos voltando à pista no fim da tarde para o segundo treino, começando às 16h.
 
As atividades recomeçam no sábado com o terceiro treino a partir de 8h45, enquanto o treino classificatório está marcado para 12h (horário brasileiro de verão), com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura SporTV 3. No domingo, a primeira corrida do fim de semana está marcada para 13h, com duração de 40 minutos mais uma volta. A prova complementar, de duração idêntica, tem largada prevista para 14h10, também com transmissão ao vivo pelo SporTV 3.
RITMO DE FESTA

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO
 

Últimas Notícias
quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Stock Car
MotoGP
Indy
F1
F1
MotoGP
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Endurance
Outras
Outras
Stock Car
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook