Superbike
28/02/2016 12:34

Rea aparece no fim, derrota Davies na volta final e vence corrida 2 em Phillip Island. Hayden termina em quarto

Jonathan Rea apareceu na metade final da prova para se impor e conquistar a segunda vitória do fim de semana em Phillip Island. Michael van der Mark colocou a Honda no segundo posto, com Davide Giugliano negando a Nicky Hayden o último posto do pódio
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Campeão vigente, Jonathan Rea somou mais uma vitória no Mundial de Superbike neste domingo (28). Depois de triunfar na primeira prova da rodada dupla, o norte-irlandês voltou a se impor em Phillip Island, desta vez com uma boa batalha com Chaz Davies no giro final.
 
A segunda corrida no circuito de Victoria teve um início que mais parecia uma procissão, mas a coisa esquentou na metade final, quando Jonathan conseguiu passar Tom Sykes para assumir a ponta.
Jonathan Rea venceu a corrida 2 em Phillip Island (Foto: Divulgação/WSBK)
Pole-position neste fim de semana, Sykes fez uma boa saída e se manteve na ponta, com Rea superando Davide Giugliano ainda nos primeiros metros para tomar a segunda colocação. O #1 até tentou ameaçar o companheiro de equipe, mas acabou permanecendo firme no segundo posto, à frente de Michael van der Mark, que também deixou o italiano da Ducati para trás.
 
O holandês da Honda bem que ensaiou uma manobra para cima de Rea na curva 2, mas manteve a posição enquanto a dupla da Ducati se aproximava. Companheiro de Van der Mark, o estreante Nicky Hayden conseguiu reduzir um atraso inicial para colar nos pilotos de Borgo Panigale e entrar na briga pela ponta. 
 
Depois de alguns giros, o norte-americano atacou na Doohan e assumiu o quinto posto, mas Giugliano reagiu pouco depois. Hayden não deixou por menos e conseguiu uma nova ultrapassagem, mas Davide passou na curva 5 para se manter à frente.
 
Restando 12 giros para o fim da corrida, Sykes errou na curva 4, escancarando a porta para a passagem de Rea. Atentos, Van der Mark e Davies também aproveitaram a falha do #66, que caiu para o quarto posto.
 
Na Doohan, Michael passou Rea e assumiu a ponta, liderando um pelotão de sete pilotos, já que Sylvain Guintoli tinha achado o caminho para colocar a Yamaha na briga.
Chaz Davies caiu na volta final na Austrália (Foto: Divulgação/WSBK)
Na sequência, Giugliano tentou passar Sykes, mas acabou tocando a roda traseira da ZX-10R. Com o lance, os dois pilotos escaparam da trajetória, facilitando a passagem de Hayden e Guintoli.
 
Na 18ª das 22 voltas da corrida, Rea assumiu a ponta, com Davies subindo para segundo para tentar amenizar a chance perdida no sábado. 
 
Sem chance de enfrentar a Kawasaki na reta, Davies lançou um ataque na curva Honda na penúltima volta e assumiu o comando da disputa. Na reta, no entanto, Johnny retomou o comando e tratou de fechar a porta para evitar uma reação do rival.
 
Em sua defesa, Rea forçou Chaz a atrasar a freada na curva 4, mas o britânico não conseguiu parar a 1199 Panigale e acabou no chão. Davies até conseguiu se levantar, mas recebeu a bandeirada em décimo.
 
Jonathan seguiu firme para receber a bandeirada na frente pela 31ª vez no Mundial de Superbike. Pela primeira vez desde Carlos Checa em 2011, um piloto conseguiu vencer as duas corridas em Phillip Island.
 
Nos instantes finais da prova, Hayden parecia perto de conquistar seu primeiro pódio no Mundial, mas Giugliano conseguiu encontrar espaço na última curva australiana e negou ao norte-americano a chance de subir ao pódio em seu fim de semana de estreia.
 
Assim como aconteceu no sábado, Guintoli não conseguiu permanecer na briga, mas colocou a YZF-R1 na quinta colocação, 2s429 atrás de Jonathan.  
 
Depois de liderar as primeiras 11 voltas, Sykes vai levar para casa um sexto posto, mais de 3s atrás do companheiro de Kawasaki. 
 
Jordi Torres, por sua vez, venceu uma briga de BMWs e garantiu o sétimo posto, à frente de Markus Reiterberger, seu companheiro de Althea, e Josh Brookes, da Milwaukee. Davies completa o top-10.
 
Também estreante na série das motos de produção, Karel Abraham conseguiu um 11º posto, à frente de Roman Ramos e Alex de Angelis, que também chega do Mundial de Motovelocidade.
Nicky Hayden não conseguiu segurar Davide Giugliano (Foto: Divulgação/WSBK)
Depois de um tombo na primeira corrida da rodada, Alex Lowes não teve um domingo muito melhor. O gêmeo de Sam despencou na tabela ainda no início da disputa, aparentemente com um problema técnico com a R1, e precisou escalar o pelotão para receber a bandeirada em 14º. Sylvain Barrier completa a lista dos 15 que pontuaram.
 
Com o resultado desta primeira etapa da temporada, Rea, claro, tem a liderança do Mundial. O #1 soma 50 pontos, 14 a mais que Van der Mark, o segundo colocado. 21 pontos atrás do líder, Giugliano ocupa a terceira colocação, à frente de Davies, Guintoli e Sykes. Com 20 pontos, Hayden aparece na sequência, com Torres, Brookes e Leon Camier completando o top-10.
 
Mundial de Superbike, Austrália, Phillip Island, Corrida 2:
 
1 1 JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
33:48.377 22 voltas
2 60 MICHAEL VAN DER MARK HOL HONDA
CBR1000RR SP
+0.831  
3 34 DAVIDE GIUGLIANO ITA DUCATI
1199 PANIGALE R
+1.472  
4 69 NICKY HAYDEN EUA HONDA
CBR1000RR
+1.511  
5 50 SYLVAIN GUINTOLI FRA YAMAHA
YZF-R1
+2.439  
6 66 TOM SYKES ING KAWASAKI
ZX-10R
+3.320  
7 81 JORDI TORRES ESP ALTHEA
BMW S1000 RR
+13.744  
8 21 MARKUS REITERBERGER ALE ALTHEA
BMW S1000 RR
+15.084  
9 25 JOSHUA BROOKES AUS MILWAUKEE BMW
BMW S1000 RR
+15.106  
10 7 CHAZ DAVIES ING DUCATI
1199 PANIGALE R
+16.276  
11 17 KAREL ABRAHAM RTC MILWAUKEE BMW
BMW S1000 RR
+30.147  
12 40 ROMÁN RAMOS ESP GO ELEVEN
KAWASAKI ZX-10R
+30.251  
13 15 ALEX DE ANGELIS RSM IODA
APRILIA RSV4 1000 F
+30.437  
14 22 ALEX LOWES ING YAMAHA
YZF-R1
+39.946  
15 20 SYLVAIN BARRIER FRA PEDERCINI
KAWASAKI ZX-10R
+53.515  
16 9 DOMINIC SCHMITTER SUI GRILLINI
KAWASAKI ZX-10R
+58.450  
17 11 SAEED AL SULAITI CAT PEDERCINI
KAWASAKI ZX-10R
+1:01.836  
18 56 PETER SEBESTYEN HUN TEAM TOTH
YAMAHA YZF-R1
+1:30.672  
19 10 IMRE TÓTH HUN TEAM TOTH
YAMAHA YZF-R1
+1 volta  
  46 MIKE JONES AUS DESMO SPORT
DUCATI 1199 PANIGALE R
NC  
  2 LEON CAMIER ING MV AGUSTA
1000 F4
NC  
  32 LORENZO SAVADORI ITA IODA
APRILIA RSV4 1000 F
NC  
             
VOLTA MAIS RÁPIDA CHAZ DAVIES ING DUCATI
1199 PANIGALE R
1:31.321 175.228 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 22ºC | pista: 41ºC

VEJA A EDIÇÃO #17 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA A F1 E A MOTOGP



Últimas Notícias
sexta-feira, 20 de janeiro de 2017
Stock Car
F1
MotoGP
F-E
MotoGP
MotoGP
Outras
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
MotoGP
MotoGP
Rali
Galerias de Imagens
Facebook