Superbike
12/03/2016 09:34

Rea caça Sykes na Tailândia, dá bote e vence corrida 1 do Mundial de Superbike. Van der Mark completa pódio

Jonathan Rea caçou Tom Sykes em Buriram, deu o bote nas voltas finais e manteve 100% de aproveitamento na temporada 2016 do Mundial de Superbike com um triunfo na corrida 1 da etapa da Tailândia. O #66 ficou em segundo, à frente de Michael van der Mark
Warm Up
JULIANA TESSER, de São Paulo
Jonathan Rea segue com 100% de aproveitamento na temporada 2016 do Mundial de Superbike. Neste sábado (12), o norte-irlandês perseguiu Tom Sykes na maior parte da disputa no circuito de Chang e, com um golpe certeiro nas voltas finais, garantiu seu terceiro triufo no ano. 
 
No giro final, Sykes ainda se aproximou do companheiro de Kawasaki e tentou mostrar alguma reação, mas Rea recebeu a bandeirada com 0s222 de diferença para o rival.
Tom Sykes foi caçado por Jonathan Rea neste sábado (Foto: Provec)
Pole neste sábado, Michael Van der Mark perdeu a ponta ainda na largada, mas conseguiu garantir o último posto do pódio, à frente de Chaz Davies. Markus Reiterberger completa o rol dos cinco primeiros.
 
Alex Lowes venceu uma disputa com Sylvain Guintoli e garantiu o sexto posto, 3s467 à frente do companheiro de Yamaha. Jordi Torres aparece na sequência, já 31s064 atrás de Rea.
 
Recém chegado ao Mundial de Superbike, Alex de Angelis garantiu a nona colocação, com Lorenzo Savadori fechando a lista dos dez melhores. Único representante da MV Agusta no grid, Leon Camier ficou em 11º.
 
Davide Giugliano fez um bom início de prova, mas acabou caindo nos giros finais e desperdiçando um bom resultado. O italiano até voltou para a pista, mas recebeu a bandeirada em 18º, 69s530 atrás do líder.
 
Saiba como foi a corrida 1 da etapa da Tailândia:
 
Pole-position na pista de Chang, Michael van der Mark não fez uma boa saída e viu Jonathan Rea chegar na frente na curva um, seguido por Tom Sykes. Davide Giugiano subiu para o terceiro posto, seguido por Chaz Davies. O piloto da Honda caiu para quinto.
 
Ainda no primeiro giro, Van der Mark passou Giugliano e assumiu a quarta colocação, 0s292 atrás de Davies. Na ponta, Rea já tinha 0s330 de margem para Sykes.
Michael van der Mark completou o pódio em Chang (Foto: Provec)
Na volta seguinte, Jonathan errou e escapou ligeiramente da pista, permitindo a passagem de Sykes. Van der Mark também conseguiu dar o bote e saltou para a terceira colocação, à frente de Davies, Giugliano, Hayden, Alex Lowes, Sylvain Guintoli, Markus Reiterberger e Karel Abraham.
 
Pouco depois, Hayden passou Giugliano e assumiu a quinta colocação, deixando o italiano para se defender de Lowes, que vinha coladinho logo atrás.
 
O topo da tabela, Sykes já tinha 0s560 de margem para Rea, que vinha acompanhado mais de perto por Van der Mark.
 
A bordo da YZF-R1, Lowes não tardou a passar Giugliano, assumindo o quinto posto. Hayden, por sua vez, caiu para a sétima colocação. Guintoli, Reiterberger e De Angelis vinham na sequência.
 
Rodando bastante mais rápido que os rivais, Sykes ia abrindo mais e mais, deixando Rea 0s694 para trás. Van der Mark tinha o terceiro posto, à frente de Davies, Giugliano, Guintoli, Reiterberger, Hayden e Lowes, que errou na curva três e despencou na tabela.
 
Johnny, então, apertou o passo e começou a se aproximar do companheiro de Kawasaki. 
Alex Lowes venceu a disputa com Sylovain Guintoli (Foto: Divulgação/WSBK)
Na sequência, no décimo giro, Hayden teve problemas com a CBR1000RR e abandonou a corrida.
 
Perto da liderança, Giugliano ia pressionando Davies pelo quarto posto, trazendo junto Guintoli. Reiterberger era o sétimo, com Lowes, Jordi Torres e De Angelis surgindo logo atrás.
 
Sem conseguir atacar a dupla da Ducati, Sylvain acabou ultrapassado por Reiterberger e caiu para sétimo, à frente de Lowes.
 
Perseguindo o companheiro de ZX-10R, Rea errou e acabou permitindo que Sykes abrisse uma boa vantagem novamente. Van der Mark seguia na terceira colocação, já completamente isolado dos demais.
 
Mais atrás, Lowes lançou um ataque para cima de Guintoli e tomou o sétimo posto, mas foi ultrapassado pelo parceiro de Yamaha pouco depois. Reiterberger também passou Giugliano e subiu para quinto, mas perdeu a posição na sequência.
 
Na liderança, Rea remou mais uma vez e colocou em Sykes de novo, pressionando o #66 mais uma vez. Com cinco giros para o fim, Jonathan tomou a ponta de Tom e não deu chances de reação ao companheiro. Mais atrás, Lowes mais uma vez passou Guintoli para assumir o sétimo posto.
 
Uma vez na ponta, Johnny tratou de manter um bom ritmo de volta e foi se afastando de Sykes abrindo 0s517 de margem com três giros para o fim.
 
Na passagem seguinte, Giugliano erro na curva 12 e caiu ao perder a traseira da 1199 Panigale R. O italiano até conseguiu voltar para a pista, mas despencou para o 18º posto.
 
Assim, Reiterberger foi promovido ao quinto lugar, à frente de Lowes, Guintoli, Torre, De Angelis e Lorenzo Salvadori.
 
Na última volta da disputa na Tailândia, Sykes até mostrou reação e s aproximou de Jonathan, mas o #1 conseguiu receber a bandeirada com 0s222 de margem para o companheiro de equipe.
 
Van der Mark garantiu o último posto do pódio, com Davies, Reiterberger, Lowes, Guintoli, Torres, De Angelis e Savadori completado o top-10.

Com o resultado deste sábado, Rea chegou aos 75 pontos na liderança do Mundial e agora tem 23 de vantagem para Van der Mark, o segundo colocado. Sykes soma 41 pontos e tem o terceiro posto, à frente de Davies, Guintoli, Giugliano, Torres, Hayden, Reiterberger e Camier.
 
Mundial de Superbike, Tailândia, Chang, Corrida 1, Final:
 
1 1 JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
31:32.311 20 voltas
2 66 TOM SYKES ING KAWASAKI
ZX-10R
+0.222  
3 60 MICHAEL VAN DER MARK HOL HONDA
CBR1000RR SP
+9.623  
4 7 CHAZ DAVIES ING DUCATI
1199 PANIGALE R
+17.167  
5 21 MARKUS REITERBERGER ALE ALTHEA
BMW S1000 RR
+18.894  
6 22 ALEX LOWES ING YAMAHA
YZF-R1
+20.754  
7 50 SYLVAIN GUINTOLI FRA YAMAHA
YZF-R1
+24.221  
8 81 JORDI TORRES ESP ALTHEA
BMW S1000 RR
+31.064  
9 15 ALEX DE ANGELIS RSM IODA
APRILIA RSV4 1000 F
+34.348  
10 32 LORENZO SAVADORI ITA IODA
APRILIA RSV4 1000 F
+34.479  
11 2 LEON CAMIER ING MV AGUSTA
1000 F4
+37.013  
12 40 ROMÁN RAMOS ESP GO ELEVEN
KAWASAKI ZX-10R
+41.113  
13 151 MATTEO BAIOCCO ITA VFT
DUCATI 1199 PANIGALE R
+44.369  
14 12 XAVI FORÉS ESP BARNI
DUCATI 1199 PANIGALE R
+45.053  
15 25 JOSHUA BROOKES AUS MILWAUKEE BMW
BMW S1000 RR
+51.939  
16 20 SYLVAIN BARRIER FRA PEDERCINI
KAWASAKI ZX-10R
+54.314  
17 11 SAEED AL SULAITI CAT PEDERCINI
KAWASAKI ZX-10R
+1:06.541  
18 34 DAVIDE GIUGLIANO ITA DUCATI
1199 PANIGALE R
+1:09.530  
19 9 DOMINIC SCHMITTER SUI GRILLINI
KAWASAKI ZX-10R
+1:40.904  
20 56 PETER SEBESTYÉN HUN TEAM TOTH
YAMAHA YZF-R1
+1 volta  
21 19 SAHUSTCHAI KAEWJATURAPORN TAI GRILLINI
KAWASAKI ZX-10R
+1 volta  
22 10 IMRE TÓTH HUN TEAM TOTH
YAMAHA YZF-R1
+1 volta  
23 14 ANUCHA NAKCHAROENSRI TAI YAMAHA THAILAND
YAMAHA YZF-R1
+3 voltas  
  17 KAREL ABRAHAM RTC MILWAUKEE BMW
BMW S1000 RR
NC  
  69 NICKY HAYDEN EUA HONDA
CBR1000RR
   
             
VOLTA MAIS RÁPIDA JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
1:33.936 174.936 km/h
RECORDE JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
1:33.817 174.750 km/h
MELHOR VOLTA JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
1:33.382 175.560 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 34ºC | pista: 42ºC

VEJA A EDIÇÃO #19 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA STOCK CAR, F1, INDY E F-E




Últimas Notícias
sexta-feira, 23 de junho de 2017
Indy
F2
Indy
Indy
Indy
F1
F1
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook