Turismo
08/11/2015 14:15

Campos aproveita abandono de Guimarães, vence em Tarumã e fica perto do título do Brasileiro de Turismo

Com o triunfo de Marcio Campos e o quarto lugar de Dennis Dirani, agora a diferença que separa líder e vice-líder do campeonato é de 26 pontos. Com larga vantagem, o gaúcho vai para Interlagos com amplas condições de conquistar o título da temporada 2015, mas a prova em São Paulo terá pontuação dobrada
Warm Up
FERNANDO SILVA, de Tarumã
Márcio Campos largou na pole-position e venceu a penúltima etapa da temporada 2015 do Campeonato Brasileiro de Turismo. Não foi, no entanto, uma jornada fácil para o piloto gaúcho neste domingo (8). Por um bom tempo, o piloto teve de segurar a pressão de um implacável Felipe Guimarães, que conseguiu fazer a ultrapassagem ainda na metade inicial da corrida e abriu. Mas o piloto de Brasília teve problemas em seu carro, o bastante para Campos reassumir a liderança e seguir assim até o fim.
 
O triunfo de Campos foi o suficiente para fazê-lo alcançar 169 pontos na classificação da temporada. Uma posição confortável se considerar que o vice-líder, Dennis Dirani, terminou em quarto. Ao longo da corrida, o paulista não resistiu ao melhor ritmo de Marco Cozzi, mas mesmo assim batalhou para chegar no pódio. Pódio que foi completado por Gabriel Robe, completando a dobradinha da Motortech, e Cozzi.
 
Assim, Dirani soma 143 pontos, 26 de desvantagem para Campos. No entanto, a última prova do campeonato, em Interlagos, vai distribuir pontos em dobro, de modo que Dennis ainda sustenta condições de chegar ao título. Mas Campos vai para São Paulo como grande favorito ao título da temporada.
Campos conseguiu uma vitória importante na luta pelo título (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Saiba como foi a etapa de Tarumã do Brasileiro de Turismo
 
Campos manteve a liderança na largada, seguido por Guimarães, que ganhou o segundo lugar de Robe. Dennis Dirani segurou o quarto lugar, apesar da pressão sofrida por Marco Cozzi. Foi uma primeira volta sem incidentes e relativamente tranquila.
 
Na segunda volta, Cozzi conseguiu ultrapassar Dirani, que começou a perder ritmo e ficar longe dos ponteiros. Mas era uma corrida equilibrada, com Guimarães pressionando Campos na briga pela vitória em Tarumã. 
 
Os quatro primeiros colocados, Campos, Guimarães, Robe e Cozzi, eram separados por menos de 1s5 na abertura da quinta volta, com Dirani vindo um pouco mais atrás. O líder ainda se segurava na frente, mas estava cada vez mais difícil sustentar a ponta diante da melhor performance de quem vinha de trás. Claramente, Campos tinha performance pior e ditava o ritmo dos seus adversários.
 
Na sequência, Campos e Guimarães conseguiram se desgarrar muito do pelotão, já que Robe perdeu ritmo e ficou para trás, isolado. Em seguida, Cozzi mantinha o quarto posto, mas Dirani parecia ter reencontrado a melhor performance e passava a ataca-lo em busca de mais pontos para seguir para São Paulo com chances de título.
 
Até que não teve jeito. Na abertura da nona volta, Guimarães entrou por dentro na curva 1 e conseguiu fazer a ultrapassagem e assumir a liderança da corrida. Passou e abriu 1s para Campos logo de cara. Robe continuava em terceiro, enquanto Cozzi brigava para se segurar em quarto, apesar da pressão imposta por Dirani.
 
Mas Guimarães, que parecia ter todas as condições de vencer em Tarumã, enfrentou problemas em seu carro #66 e abandonou a corrida, permitindo a Campos reassumir a liderança. Posição pra lá de privilegiada considerando o quarto lugar de Dirani. Por isso, o piloto da Shell lutava como nunca para ao menos chegar ao pódio. Só que a direção de prova acionou o safety-car para resgatar o carro de Felipe, e aí foi o bastante para juntar todo mundo.
Guimarães disputou a liderança com Campos, mas abandonou em seguida (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Ainda faltavam 19 minutos de corrida, e tudo indicava que a bandeira amarela seria rápida. Assim, nada ainda estava definido em Tarumã.
 
De fato, a corrida foi retomada em seguida, na 13ª volta. Campos relargou bem e se segurou na liderança. O primeiro pelotão continuava sendo formado pelos primeiros colocados ligeiramente próximos, mas sem uma briga por posição. 
 
Tudo seguia normal e até tranquilo na corrida. Mas na 24ª volta, Mauri Zacarelli e Adibe Marques se tocaram na entrada da curva 1, com o veterano rodando e ficando fora de combate. Na frente, Campos liderava com tranquilidade depois de passar sufoco, mas Robe tinha de lidar com Cozzi e Dirani ‘fungando no cangote’ até o fim.
 
Ao fim de 28 voltas, Campos comprovou a melhor forma depois do abandono de Guimarães e confirmou a vitória em Tarumã. Gabriel Robe completou a dobradinha da Motortech, enquanto Cozzi completou o pódio. Mesmo em quarto lugar, Dennis Dirani ainda sustenta chances matemáticas e vai para Interlagos alimentando o sonho de conquistar o título do Campeonato Brasileiro de Turismo em sua temporada de estreia.

Últimas Notícias
terça-feira, 25 de abril de 2017
Outras
Indy
F-E
F1
Indy
F1
Indy
Nascar
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
F1
Warm Up
Galerias de Imagens
Facebook