Turismo
13/12/2015 11:06

Campos supera acidente, se arrasta, mas é campeão do Brasileiro de Turismo. Guimarães vence em Interlagos

Marcio Campos é o grande campeão do Campeonato Brasileiro de Turismo. Na prova derradeira e decisiva de 2015, o gaúcho levou um susto e foi envolvido em um grande incidente na reta oposta de Interlagos. Mas, mesmo com o carro avariado e se arrastando na pista nas voltas seguintes, o piloto confirmou o título. Dennis Dirani, vice, cruzou a linha de chegada em terceiro. A vitória ficou com o goiano Felipe Guimarães
Warm Up, de Interlagos
FERNANDO SILVA, de Interlagos

O domingo (13) cheio de decisões em Interlagos começou quente com a etapa derradeira da temporada 2015 do Campeonato Brasileiro de Turismo. Marcio Campos começou a jornada como favorito e precisando somar poucos pontos para assegurar o título, enquanto Dennis Dirani precisava vencer e torcer por uma combinação de resultados desfavorável ao gaúcho. Quase aconteceu.
 
Na primeira volta da corrida, Campos foi envolvido em um incidente com vários outros carros e teve seu protótipo #31 bastante avariado, se arrastando na pista nas voltas seguintes, inclusive chegando a parar nos boxes. Mas o piloto da Motortech conseguiu se manter em 14º lugar até o fim das 20 voltas e confirmou o título, já que Dennis Dirani não conseguiu superar os ponteiros e cruzou a linha de chegada em terceiro. A vitória ficou com Felipe Guimarães, que vai encarar logo mais a corrida final da Stock Car.
 
O resultado coroa a grande temporada feita por Campos, que conquistou nada menos do que seis vitórias em 2015. Dirani também teve boa campanha com o vice-campeonato em sua estreia em uma categoria bastante competitiva e difícil, como é o Brasileiro de Turismo.
Marcio Campos comemora o título do Brasileiro de Turismo (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Saiba como foi a etapa de Interlagos do Brasileiro de Turismo
 
A corrida decisiva do Brasileiro de Turismo teve uma largada até certo ponto tranquila, mas muito tumultuada na passagem pela reta oposta, quando vários carros se envolveram em um grande incidente, levando a direção de prova a acionar o carro de segurança para remover os detritos da pista. Entre os envolvidos, o líder do campeonato e grande favorito ao título, Marcio Campos, que teve de parar nos boxes para que a equipe Motortech fizesse reparos em seu carro.
 
Guimarães manteve a liderança, seguido por Edson Coelho e Dennis Dirani, que precisava vencer para depender menos do resultado de Campos que, por sua vez, tinha uma volta de desvantagem perante os líderes.
 
A relargada foi dada na terceira volta, com Coelho pressionando Guimarães na briga pela liderança. Dennis Dirani vinha em terceiro, seguido pelo irmão Danilo. Mais atrás, Pedro Boesel rodou na entrada do S do Senna após ter sido tocado por Gabriel Robe e Gustavo Frigotto. Na verdade, Danilo servia como um escudo para Dennis, que precisava atacar os ponteiros ou contar com a sorte para sair de Interlagos como campeão da temporada.
Largada da etapa de Interlagos do Brasileiro de Turismo (Foto: Fabio Davini/Vicar)
Com oito voltas completadas, a diferença que separava Dennis Dirani do líder Guimarães era de 2s798. O goiano radicado em Brasília parecia inalcançável, mas o piloto da Voxx Racing precisava buscar a vitória para ser campeão. Campos permanecia na zona de pontuação, em 14º, uma volta atrás dos ponteiros.
 
A situação ficou ainda mais tranquila para Campos depois que Marco Cozzi teve de parar nos boxes. Assim, o gaúcho subiu uma posição, fazendo o necessário para sacramentar o título da temporada. Já Dennis Dirani não conseguia se aproximar dos ponteiros Guimarães e Coelho, mas fazia uma corrida solitária, uma vez que o irmão Danilo estava bem mais atrás.

Campos, com o carro todo avariado, vinha se arrastando, com o ritmo muito mais lento que dos outros pilotos que estavam na pista, sendo ultrapassado por Cozzi. Ainda assim, conseguia se manter em condições de somar os pontos necessários para conquistar o título, já que Dennis Dirani não representava uma ameaça naquele momento da prova.
 
Restando pouco mais de três minutos para o término da prova, Campos entrou nos boxes, chegou a parar, mas retornou à pista para continuar sua trajetória. O 14º lugar parecia garantido, já que quem estava logo atrás, Lukas Moraes, vinha com três voltas de desvantagem. Assim, era só continuar na pista para faturar o título pouco depois, além de torcer para que Dirani continuasse em terceiro.
Guimarães comemora a vitória em Interlagos ao lado de Coelho e Dennis Dirani (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
E assim a corrida seguiu até o fim na ensolarada Interlagos. Com autoridade, Guimarães fechou a temporada com uma grande vitória e confirmou a boa fase ao liderar de ponta a ponta a corrida em São Paulo. Coelho veio logo atrás, em segundo, e Dennis Dirani, na sua primeira temporada no difícil e competitivo Brasileiro de Turismo, fechou em terceiro, não o bastante para lhe dar o título, mas ainda assim garantindo o vice.
 
Mesmo em 14º lugar, Campos confirmou a melhor temporada, venceu seis corridas e faturou o título da categoria de acesso à Stock Car com a equipe Motortech.
Últimas Notícias
quarta-feira, 29 de março de 2017
F1
F2
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Stock Car
Indy
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook