World Series
18/11/2017 10:41

Binder segura Fittipaldi e puxa 1-2 da Lotus na última corrida da World Series no Bahrein. Calderón vai ao pódio

René Binder conseguiu segurar o companheiro de Lotus e campeão Pietro Fittipaldi para puxar a dobradinha da equipe na última corrida da história da World Series no Bahrein. Estreante, a colombiana Tatiana Calderón foi ao pódio
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

A Lotus dominou completamente uma conturbada segunda corrida da World Series no encerramento da temporada - e da categoria - no Bahrein. Neste sábado (18), o austríaco René Binder se defendeu bem desde a largada e segurou o companheiro de equipe Pietro Fittipaldi o tempo todo para chegar ao quarto triunfo em 2017. O resultado, aliás, colocou Binder em quarto na classificação final.
 
Já campeão, Fittipaldi conseguiu fazer uma prova mais solta, mas pressionou bastante o colega de Lotus atrás daquela que seria sua sétima vitória em 2017. Mesmo chegando em segundo, porém, o brasileiro alcançou a grande marca de dez pódios no ano.
 
O lugar mais baixo do pódio ficou com uma surpresa. Estreando na categoria apenas na corrida final, Tatiana Calderón teve bom ritmo e soube escapar das confusões, assim abocanhando a terceira posição. A colombiana vibrou bastante com o resultado na entrega dos troféus.
Pietro Fittipaldi e René Binder tiveram uma dobradinha no Bahrein (Foto: Reprodução/World Series)
Roy Nissany, que praticamente não conseguiu repetir as boas atuações que teve em 2016, chegou na quarta colocação, ainda perdendo uma posição na classificação do campeonato no critério de desempate com a vitória de Binder.
 
Outro estreante no grid era Henrique Chaves, que já havia vencido a primeira corrida. O português fez mais uma boa prova, mas acabou envolvido num toque com Alfonso Celis Jr. que o fez despencar para quinto. O mexicano, aliás, foi o oitavo, perdendo as chances de ficar com o vice-campeonato.
 
A sexta posição foi de Yu Kanamaru, que acabou punido por um incidente no início da prova com Diego Menchaca, outro que recebeu sanção, mas no caso do mexicano foi por ultrapassar em bandeira amarela.
 
Matevos Isaakyan completou um final de semana realmente para se esquecer. O russo, que era pole na primeira corrida e tinha chances reais de título, mais uma vez teve problemas antes da largada e comprometeu seu desempenho final, cruzando a linha de chegada em nono. 
 
MELHOR DE 2017

COM TÍTULO EM TEMPORADA DIFÍCIL, MÁRQUEZ É PILOTO DO ANO


Últimas Notícias
domingo, 10 de dezembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Brasileiro de Turismo
Brasileiro de Marcas
Brasileiro de Turismo
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
F1
F1
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook