World Series
20/10/2014 16:43

Com volta de prova na Inglaterra e mudança na etapa francesa, World Series revela calendário para temporada 2015

A World Series já divulgou o calendário da temporada 2015. Em relação ao campeonato que acabou e viu Carlos Sainz Jr. campeão, três alterações aconteceram. Entram: Silverstone, Le Mans e Spielberg. Saem: Monza, Moscou e Paul Ricard
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
A temporada 2014 da World Series terminou no último domingo, mas a ação na categoria não parou. Nesta segunda-feira (20), o calendário para o campeonato de 2015 foi revelado. Ainda necessitando da aprovação da FIA, o programa apresenta três alterações em relação ao deste ano, com etapas em Silverstone, Spielberg e Le Mans.
 
Diferentemente do que aconteceu nesta temporada, Aragón, na Espanha, é quem recebe a etapa de abertura do campeonato. Monza, que abriu os trabalhos em 2014, sequer aparece no calendário provisório da categoria. 
 
Mônaco, Spa-Francorchamps, Nürburgring, Hungaroring e Jerez permanecem no calendário, sendo que a última continua recebendo a etapa que encerra o campeonato.
 
Na etapa francesa, houve uma alteração de local. Após quatro anos em Paul Ricard, a World Series parte para uma rodada dupla em Le Mans, marcada, provisoriamente, para os dias 26 e 27 de setembro.
Paul Ricard não está no calendário da temporada 2015 da World Series (Foto: Facebook / World Series)
Silverstone, na Inglaterra, e Spielberg, na Áustria, ingressam no calendário da categoria formadora. Quem deixa o circo da World Series é Moscou, que neste ano viu vitórias de Roberto Merhi e Sergey Sirotkin, piloto da casa.
 
A categoria ainda não confirmou a data do GP da Áustria. De acordo com o programa provisório, a primeira prova, na Espanha, acontece no dia 25 de abril.
 
Carlos Sainz Jr., que está cotado a ganhar vaga na Toro Rosso em 2015, foi o grande campeão da temporada, com 227 pontos. Pierre Gasly, que disputou quatro provas pela Caterham na GP2, foi o vice-campeão, com um ótimo último terço de temporada e 192 pontos. Merhi, que guiou a Caterham em treinos livres da F1, foi o terceiro, com 183 pontos conquistados. Único brasileiro da categoria, Pietro Fantin ficou em 15º.

Últimas Notícias
domingo, 17 de dezembro de 2017
Indy
F1
F1
MotoGP
Kart
Kart
Kart
Kart
Kart
sábado, 16 de dezembro de 2017
Kart
Kart
Kart
Kart
Kart
Kart
Galerias de Imagens
Facebook