World Series
20/10/2014 16:43

Com volta de prova na Inglaterra e mudança na etapa francesa, World Series revela calendário para temporada 2015

A World Series já divulgou o calendário da temporada 2015. Em relação ao campeonato que acabou e viu Carlos Sainz Jr. campeão, três alterações aconteceram. Entram: Silverstone, Le Mans e Spielberg. Saem: Monza, Moscou e Paul Ricard
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
A temporada 2014 da World Series terminou no último domingo, mas a ação na categoria não parou. Nesta segunda-feira (20), o calendário para o campeonato de 2015 foi revelado. Ainda necessitando da aprovação da FIA, o programa apresenta três alterações em relação ao deste ano, com etapas em Silverstone, Spielberg e Le Mans.
 
Diferentemente do que aconteceu nesta temporada, Aragón, na Espanha, é quem recebe a etapa de abertura do campeonato. Monza, que abriu os trabalhos em 2014, sequer aparece no calendário provisório da categoria. 
 
Mônaco, Spa-Francorchamps, Nürburgring, Hungaroring e Jerez permanecem no calendário, sendo que a última continua recebendo a etapa que encerra o campeonato.
 
Na etapa francesa, houve uma alteração de local. Após quatro anos em Paul Ricard, a World Series parte para uma rodada dupla em Le Mans, marcada, provisoriamente, para os dias 26 e 27 de setembro.
Paul Ricard não está no calendário da temporada 2015 da World Series (Foto: Facebook / World Series)
Silverstone, na Inglaterra, e Spielberg, na Áustria, ingressam no calendário da categoria formadora. Quem deixa o circo da World Series é Moscou, que neste ano viu vitórias de Roberto Merhi e Sergey Sirotkin, piloto da casa.
 
A categoria ainda não confirmou a data do GP da Áustria. De acordo com o programa provisório, a primeira prova, na Espanha, acontece no dia 25 de abril.
 
Carlos Sainz Jr., que está cotado a ganhar vaga na Toro Rosso em 2015, foi o grande campeão da temporada, com 227 pontos. Pierre Gasly, que disputou quatro provas pela Caterham na GP2, foi o vice-campeão, com um ótimo último terço de temporada e 192 pontos. Merhi, que guiou a Caterham em treinos livres da F1, foi o terceiro, com 183 pontos conquistados. Único brasileiro da categoria, Pietro Fantin ficou em 15º.
Últimas Notícias
segunda-feira, 27 de março de 2017
F1
MotoGP
Endurance
F1
MotoGP
F-E
MotoGP
Nascar
MotoGP
F1
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook